Cruzeiro deixa escapar a vitória

Batendo Bola

José Carlos de Oliveira

jcqueroviver@hotmail.com.br

 

O atual time do Cruzeiro ainda não caiu nas graças de sua torcida (que não perdoa alguns dos últimos insucessos, principalmente as duas derrotas para o rival Atlético), mas não há como negar que a equipe vem numa crescente, e os sete pontos (em nove possíveis), das últimas partidas dão esperanças de dias melhores para a China Azul.

E olha que poderia estar comemorando números ainda melhores, não fosse o vacilo do atacante Sassá, que foi “fominha” e deixou de dar a vitória ao Cruzeiro no duelo de domingo, frente o Flamengo. Isto mesmo, Sassá é o grande responsável pelo empate e a perda de dois preciosos pontos.

Tivesse ele passado a bola para o Rafael Sóbis, o Cruzeiro teria vencido o clássico e assumido a quarta posição na tabela. Não fez o básico, que é jogar para o time, e foi o clube o grande penalizado.

O que se espera é que este tenha sido apenas um lance infeliz do atleta, e não a forma como ele pensa o jogo. Caso contrário, será difícil a ele cair nas graças da torcida e emplacar uma sequência entre os titulares. No futebol de hoje, não há espaço para os “fominhas”. Simples assim!

Reforços na hora certa

Depois de uma maré de baixa, com a defesa sendo o terror da torcida, o Cruzeiro do Mano Menezes mudou a forma de encarar o jogo e está num bom momento no Campeonato Brasileiro 2017. Os números ainda estão abaixo do esperado pelos torcedores e não chegam a empolgar, mas já renovam as esperanças de dias melhores.

E mais motivos a torcida teve esta segunda-feira para ter confiança de que o futuro seja de vitórias para os lados da Toca da Raposa. Importantes jogadores foram liberados pelo Departamento Médico e devem reforçar o time na sequência da competição. E eles chegam no momento exato, às vésperas de o time celeste decidir sua sorte na Copa do Brasil.

Já para o duelo de volta contra o Palmeiras (empate de 3 a 3 na partida de ida, em São Paulo), no dia 26, são boas as possibilidades de o time ter reforços entre todos os setores, principalmente na zaga e no ataque.

Ontem, o zagueiro Manoel e os atacantes De Arrascaeta e Raniel voltaram a treinar a parte física, e já devem trabalhar com o grupo nesta semana. Esta, sim, é uma notícia para ser comemorada pela torcida.

MANGUEIRAS BRASIL

Que há algo errado, isto há?

No Brasil da “maracutaia”, do roubo e da corrupção, impossível seria que o futebol, a maior paixão de seu povo, passasse incólume, sem máculas, nestes tempos de crise.

E impossível é que isto fosse mesmo uma verdade. Também no futebol a coisa está preta. O que acontece é que a bomba ainda não estourou, está oculta aos olhos da grande maioria.

Mas que ninguém se engane. Pode até não ter estourado ainda, mesmo porque ninguém tem provas, mas que no futebol a “malandragem brasileira” está presente a todo tempo e hora, todos sabem disto, só não têm como colocar o dedo na ferida, por absoluta falta de provas.

Mas, quando isto acontecer, vai sobrar para todo mundo. Não vai ficar pedra sobre pedra. É só aparecer algum “JBS do futebol”, para levar o terror a muita gente. Vai ter marmanjo se escondendo até debaixo da cama.

Dias atrás mesmo, numa “avant premiere” do que pode vir a ser uma delação de algum empresário do futebol, entregando a tudo e a todos, simplesmente para “tirar o seu da reta”, Wagner Ribeiro, considerado o mais importante empresário de futebol do país, colocou o dedo na ferida e deixou muita gente com os cabelos em pé.

– Muitas vezes, os dirigentes da base colocavam o investidor deles para receber o percentual. Não era do clube, mas pessoal. Você pode ver que em todos os clubes do Brasil acontece isso. E vai além: Tem muito dirigente que não é correto. Mas tem muito treinador que quer levar vantagem também. Criam dificuldades para vender o atleta se não forem levar alguma vantagem. Principalmente treinador da base. Isso é o Brasil, e não é de agora. É coisa bem antiga – declara Ribeiro.

E olha que ele fala apenas o óbvio, o que todos sabem, mas não têm coragem de falar. Técnicos e dirigentes de clubes, em todos os cantos do Brasil, estão é ficando ricos. Eles estão se lixando para o que acontece com o clube, desde que o “seu” esteja garantido.

Verdade ou mentira? Fica com a consciência de cada um. Como ninguém tem provas de nada, fica o dito pelo não dito, até que apareça alguém que esteja realmente disposto a colocar tudo em pratos limpos.

Mas, se existe este alguém, ele que se prepare: sua vida, e a de seus familiares, estará em risco... Vai criar inimigos muito poderosos e dispostos a tudo para tirar o seu da reta.

Comentários