Cruzeiro completa centenário neste sábado

Da Agência Brasil

Em dois de janeiro de 1921 era fundado um gigante do futebol brasileiro, o Cruzeiro Esporte Clube. No dia de sua criação, um grupo de imigrantes italianos se reuniu para criar uma equipe de futebol. Daquele encontro surgia a Societá Sportiva Palestra Italia, que teve como primeiro presidente Aurélio Noce. O time rapidamente foi obtendo êxitos, tendo alcançado o tricampeonato mineiro em 1928, 1929 e 1930.

Somente em 1942 o clube passou a se chamar Cruzeiro Esporte Clube, devido à participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial. A entrada do país no conflito internacional ao lado dos Aliados ocasionou a proibição de qualquer termo associado à Itália, comandada então pelo ditador fascista, Mussolini.

Após 100 anos de existência, o clube mineiro acumula glórias em campo dignas de um gigante. No Campeonato Mineiro, obteve 38 conquistas ao longo da história. Na Copa do Brasil, com seis títulos, é o maior vencedor da competição. A Raposa também mostrou força no Campeonato Brasileiro ao logo dos anos, com quatro taças obtidas pela equipe celeste no total: 1966 (Taça Brasil), 2003, além do bicampeonato em 2013 e 2014.

Cruzeiro comemorou o hexa da Copa do Brasil em 2018.
Cruzeiro comemorou o hexa da Copa do Brasil em 2018. - (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro/Direitos Reservados)

A Copa Libertadores da América, atualmente a mais importante competição Sul-Americana, foi comemorada em duas oportunidades pelos cruzeirenses, em 1976 e 1997. No ano seguinte, em 1998, a Recopa também foi parar na sala de troféus do clube mineiro.

Em 2019, o Cruzeiro se deparou com o maior tropeço de sua honrosa história e amargou o primeiro rebaixamento no Campeonato Brasileiro. No ano do seu centenário, o clube tem chance remota de disputar a primeira divisão em 2021. Mas, apesar do momento delicado que vive, tanto nos gramados quanto financeiramente e administrativamente, a trajetória da Raposa é imortal, como diz o hino:

“...Nos gramados de Minas Gerais
Temos páginas heróicas e imortais
Cruzeiro, Cruzeiro querido
Tão combatido, jamais vencido...”

Entre os grandes jogadores que fizeram história no clube estão Tostão, Dirceu Lopes, Niginho, Piazza, Natal, Nelinho, Raul Plassmann, Fábio, Sorín, Ricardinho, Alex e Fred. Parabéns, Cruzeiro.

Comentários
×