Crescimento na oferta derruba preço da cebola

Preços de até R$ 8 o quilo estão com os dias contados

Da Redação 

Mesmo alcançando níveis históricos de elevação, o preço da cebola pode começar a reduzir a partir deste mês. Houve forte alta nas cotações do produto no comércio de hortigranjeiros do país, no mês passado, devido à pouca oferta no mercado.  Mas, a partir deste mês, o abastecimento da cebola é feito por várias regiões produtoras no país, com isso, é esperado o aumento da oferta e a queda nos preços.

Preços

Em um supermercado, ontem, o quilo da cebola era comercializado a R$ 3,99, mesmo preço da batata inglesa. Já o tomate estava com preço mais em conta, sendo vendido a R$ 2,49. 

— Nosso mix de produtos e fornecedores nos deixa com ótimas opções de realizar nossas promoções na área de hortifrúti. E a tendência é que os preços se estabilizem – avaliou o gerente, Walter Wagner.

Frutas 

Com relação às frutas, o destaque maior foi para a redução nos preços da banana. Esse cenário ocorreu mesmo com algumas espécies no período de entressafra, como no caso da prata. A explicação está na demanda mais retraída, que pode ter sido influenciada pelas restrições de mobilidade, diminuindo o consumo em restaurantes, bares e feiras livres. Além disso, a suspensão das aulas nas unidades de ensino, devido à pandemia do novo coronavírus, também influenciou nesta retração, já que não houve aquisição dos produtos para a merenda escolar.

Pesquisa

Mas mesmo com tendências de baixa a tradicional pesquisa de preços não deve nunca ser deixada de lado.

— Faço pesquisa todo início de semana, vou do sacolão até a mercearia do meu bairro para conferir onde está mais em conta. E tem vez que no meu bairro os preços estão mais em conta — contou a aposentada Maria Aparecida Costa.    

Comentários
×