CPI da Copasa é prorrogada por 60 dias

Ricardo Welbert

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) aberta na Câmara Municipal de Divinópolis para apurar indícios de irregularidades na prestação de serviços pela Companhia de Saneamento (Copasa) no município e que tinha o prazo para conclusão dos trabalhos em 120 dias foi prorrogada por mais 60 dias para a conclusão do relatório final da comissão.

Conforme o Agora informou, de acordo com o presidente da CPI, vereador Sargento Elton (PEN), foi preciso pedir a prorrogação do prazo devido a atrasos no recebimento de documentos solicitados à Prefeitura e que são considerados como imprescindíveis à conclusão do relatório final. O governo nega descumprimentos de prazos

O vereador explica que após as oitivas, a prestadora de serviços deverá entregar defesa para que a CPI junte os argumentos aos documentos colhidos na investigação.

Após a solicitação do presidente da CPI ser lida em plenário na última terça-feira, 6, o presidente da Câmara, Adair Otaviano (MDB), despachou a portaria autorizando a prorrogação por mais 60 dias.

— O relatório final já está bem encaminhado. Agora só é preciso analisar todo esse material da Prefeitura que chegou de última hora. Creio que esse trabalho nem dure os 60 dias — finaliza. 

Comentários
×