Coronavírus: comitê emite alerta à população de Divinópolis

 

Da Redação

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Divinópolis emitiu um alerta à população. Os dados dos últimos boletins municipais apresentam índices de crescimento rápido das contaminações. Segundo a Prefeitura, isso indica que, se não forem instituídas mudanças no comportamento da população, em breve será necessário o recuo na flexibilização das atividades econômicas.

— Os estudos indicam que o município se encontra na posição “Moderado” na matriz, que corresponde uma avaliação de 10 a 13 pontos. Entretanto, a cidade se aproxima da posição “Alerta”, que corresponde a 14 e 16 pontos no eixo vertical. A taxa de transmissão está no vermelho e o índice de distanciamento social variando entre 34 e 36%, enquanto valores superiores a 50% são desejáveis — informou a Prefeitura.

As alterações influenciam as Taxas de Ocupação de Leitos (TOL). Se a rede de saúde municipal ultrapassar 60% de sua capacidade total, a gestão pública informou que precisará ser menos flexível e muitas liberações serão novamente interrompidas.

— A atual posição da cidade permite a aplicação do plano de Distanciamento Social Seletivo Intermediário (DSS intermediário). Com a possível inserção da nova categoria, o município será incluído no sistema de Distanciamento Social Seletivo Avançado (DSS Avançado). Apesar de serem categorias próximas na matriz, as mudanças são muitas e podem trazer inúmeras consequências para todos — destacou a Prefeitura.

— Enfrentamos um cenário em que são necessárias medidas que reforcem a busca do equilíbrio entre a prioridade à vida e a retomada da atividade econômica — afirmou a diretora da Vigilância em Saúde, Janice Soares.

— Adotamos uma estratégia para o mapeamento de riscos e medidas qualificadas no enfrentamento ao coronavírus, mas não houve uma corresponsabilidade. É preciso uma nova forma de convivência entre a sociedade e os setores público e privado, para preservar a saúde de todos — esclareceu. 

Segundo o secretário Municipal de Saúde, Amarildo Sousa, é necessária a compreensão que, apesar da abertura parcial do comércio, o distanciamento social prevalece.

— Não podemos esquecer que o vírus não foi embora. O comércio foi flexibilizado devido a amenização dos riscos de infecção na cidade, mas este índice já está em alta novamente. Pedimos que a população só saia quando realmente for indispensável. O isolamento social é nosso maior aliado — ressaltou.

Para consultar a Matriz de Planejamento acesse o link: https://bit.ly/2OgJZFj.

Comentários
×