Copasa registra boletim de ocorrência contra “invasão” de Cleitinho

Em vídeo transmitido nas redes sociais, deputado acusa empresa de manter equipamento parados enquanto população fica sem água

Matheus Augusto

O deputado estadual Cleitinho Azevedo (CDN) voltou a criticar o serviço prestado pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). Desta vez, porém, a situação virou caso de Polícia. Em vídeo transmitido pelas redes sociais nesta sexta-feira, 30, o parlamentar entra na sede da estatal em Divinópolis.  

— A gente descobriu que aqui tem dois motores parados que liga nas bombas (...) que vai acabar com o problema da falta d'água em Divinópolis — explica. 

Ainda segundo ele, o material, avaliado em R$ 200 mil cada, está parado há mais de um ano. Ele ainda citou já ter comunicado o caso à Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae) e a presidência da empresa.

— Tudo que a minha atribuição de deputado manda eu estou fazendo. (...) Essa patifaria a partir de hoje vai acabar. (...) Isso não é falta de dinheiro, é falta de vergonha na cara — destaca.

Ao descer no carro, o deputado esclarece não ter nada contra os funcionários da companhia.

— O servidor da Copasa tem meu respeito. Quem não tem meu respeito são os acionistas que fazem ‘sacanagem’ — argumenta.

Ele então se aproxima da área onde está o objetivo, retira a lona e revela um dos motores.