Copa do Brasil coroa ano perfeito para a Massa

Em mais uma noite de Hulk, Atlético confirma conquista da Copa do Brasil com nova vitória sobre o Furacão

José Carlos de Oliveira

O Atlético é bicampeão da Copa do Brasil, subindo várias posições no ranking de campeões da competição. Com larga vantagem sobre o Athletico paranaense, depois de golear seu adversário na partida de ida por 4 a 0, no Mineirão, o Galo foi a Curitiba e novamente venceu os paranaenses, desta feita por 2 tentos a 1. Os gols da partida foram marcados por Keno, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Hulk, aos 30 da segunda etapa, num golaço, para o Atlético Mineiro, com Jaderson descontando para o Furacão no fim da partida, aos 41 minutos.

Campeão em 2014, numa final contra o Cruzeiro, o Atlético chega ao segundo título da Copa do Brasil, subindo várias posições no ranking da competição, ocupando agora a 6ª colocação, atrás apenas do Cruzeiro, com seis troféus (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018), Grêmio (cinco títulos), Palmeiras (4 títulos), e Corínthians e Flamengo (com 3 títulos cada um). E ainda se igualou ao rival Cruzeiro, conquistando a Tríplice Coroa – campeão estadual, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil -  numa mesma temporada.

Com o gol marcado na Arena da Baixada, Hulk, o grande nome do Galo no ano, termina a Copa do Brasil como artilheiro, com oito gols assinalados.

Detalhes da Partida

Jogo: Athletico 1 x 2 Atlético

Motivo: Jogo de volta da Copa do Brasil 2021

Local: Estádio Arena das Baixada, em Curitiba

Data: 15 de dezembro de 2021, quarta-feira, às 21h30 

Athletico-PR - Santos; Marcinho (Khellven), Pedro Henrique, Zé Ivaldo e Abner; Erick, Christian (Jader), Léo Cittadini (Fernando Canesin) e David Terans; Pedro Rocha (Jaderson) e Renato Kayzer (Vinicius Mingotti). Técnico: Alberto Valentim 

Atlético - Everson; Mariano, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Tchê Tchê), Zaracho (Savarino); Keno (Calebe), Hulk (Sasha) e Vargas (Nacho). Técnico: Cuca

Gols: Keno (24’ primeiro tempo), Hulk (30’ segundo tempo), Jaderson (41’ segundo tempo)

Cartão Amarelo: Abner, Léo Cittadini (Athletico-PR); Vargas (Atlético)

Árbitro: Anderson Daronco (RS) - Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rafael da Silva Alves (RS) - VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Comentários
×