Convenções confirmam nomes para disputa eleitoral

Desistências, já anunciadas, também foram oficializadas pelas siglas

Matheus Augusto 

Divinópolis vive dias agitados nos bastidores políticos. Os pré-candidatos e seus partidos têm pouco mais de uma semana para realizar suas convenções partidárias e homologar os nomes que vão disputar as eleições municipais. O prazo termina na próxima quinta-feira, 16. Para esta semana e  o início da outra estão previstas várias convenções. Duas delas, a do Patriotas, que tem como pré-candidato a prefeito Sargento Elton, e a do partido do seu vice, Fernando Malta, do PSL, ocorrem amanhã, às 19h e 20h30h, respectivamente.

No entanto, o que movimenta os corredores da política é a possível desistência do ex-deputado Jaime Martins (DEM) da disputa. Ao Agora, ele não confirmou, mas também não descartou esta possibilidade, alegando o bem de Divinópolis. 

Avante

Um dos partidos que já realizou sua convenção foi o Avante. Durante o encontro, ficou confirmada a desistência da ex-vereadora e médica Heloísa Cerri. Como reportou o Agora na última semana, Heloísa, cotada para disputar a Prefeitura neste ano, não dava sua candidatura como certa e indicava que iria se abster da concorrência.

Seu partido, porém, definiu 18 nomes para vereador.

Republicanos

A sigla confirmou a homologação do nome de Marquinho Clementino a candidato a prefeito de Divinópolis. Ele disputou o cargo há quatro anos, quando foi o segundo colocado, com 35 mil votos. Agora, Clementino se diz mais preparado para enfrentar os problemas da cidade.

— O nosso projeto é de alavancar a economia da cidade e assim dar mais dignidade à população com mais emprego, saúde, educação e infraestrutura — afirmou durante a convenção.

Seu vice, entretanto, mudou. O médico Wagno Ribeiro, que havia sido anunciado como pré-candidato, abriu mão de disputar a eleição ao lado de Marquinho Clementino devido a projetos profissionais. 

— Eu tive a honra de ter sido convidado para compor esta chapa, mas nesta época de pandemia o meu trabalho tem consumido muito o meu tempo e não estava conseguindo conciliar a medicina com a política. Por isso, optei por dedicar à minha vida profissional, na qual fiz um juramento, e sei que a Andreia reforçará esta chapa que vai mudar Divinópolis — explicou.

Para seu lugar, foi indicada a socióloga e cofundadora da ONG Lixo e Cidadania, Andreia Rabelo (PDT). 

A convenção para a homologação do nome dela será realizada nos próximos dias — informou o Republicanos.

Andreia, que participou do evento de nomeação de Clementino, agradeceu pela oportunidade.

— Estou muito feliz e sinto uma grande responsabilidade desta parceria com o Marquinho. Estamos construindo, juntos, um projeto para que Divinópolis possa voltar a crescer — contou a socióloga.

Durante a cerimônia, também foram homologados os nomes de 26 candidatos a vereadores, sendo 18 homens e oito mulheres, com idades entre 31 e 61 anos.

Concorrência

Na cidade, anunciaram a disputa à Prefeitura: Galileu Machado (MDB), Gleidson Azevedo (PSC), Iris Moreira (PSD), Jaime Martins (DEM), Jorge Torquato (Psol), Laiz Soares (Solidariedade), Maria Helena (PT), Marquinho Clementino (Republicanos), Sargento Elton (Patriota) e Will Bueno (PP).

Caso os rumores se confirmem e Jaime desista da disputa, Fabiano Tolentino (CDN) deve entrar em seu lugar e liderar uma chapa.

Próximo passo

Ao fim das convenções, as siglas têm até o dia 26 deste mês para apresentar os requerimentos de registro de candidatura. Uma vez enviados, a documentação é validada – caso não haja nenhuma irregularidade – e encaminhada à Receita Federal para emissão do CNPJ.

— Tendo CNPJ e o registro, os candidatos já podem abrir conta-corrente da campanha e estão aptos para iniciar a arrecadação de recursos após o dia 26 de setembro — explica o TSE.

Horário

Além da suspensão do uso de biometria neste ano, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, anunciou na última semana a ampliação do horário de votação, que ocorrerá das 7h às 17h (horário local). O TSE também definiu, por orientação da consultoria sanitária formada pela Fiocruz, Hospital Sírio Libanês e Hospital Albert Einstein, que haverá horário de votação preferencial das 7h às 10h para pessoas acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus.

Comentários
×