Consultas para diagnosticar câncer de próstata são oferecidas gratuitamente

Rafael Camargos

 Na corrida para conscientizar a população, principalmente os homens sobre o diagnóstico do câncer de próstata, a Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas (Acccom) começou neste mês, a campanha do “Novembro Azul”. Para chamar a atenção, a Casa de Apoio, o Centro de Reabilitação Oral e o Bazar Beneficente estão iluminados de azul. Ainda considerado um tabu para muitos homens, o exame de toque, que diagnostica a doença, não é realizado, o que dificulta o tratamento.

Segundo a Acccom, em quase um ano, a unidade recebeu 299 pacientes e realizou 358 cirurgias contra a doença no hospital que consiste em radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal. Para a Sociedade Brasileira de Urologia, é recomendado que todos os homens com 45 anos ou mais façam um exame de próstata anualmente, o que compreende o toque retal e o PSA.  As informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA) mostram que são registrados mais de 50 mil novos casos por ano no Brasil e o número de mortes anuais é maior que 12 mil. Por isso, cidades de Divinópolis e Nova Serrana serão beneficiadas com 220 consultas gratuitas com urologistas e radioterapeutas.

 Consultas gratuitas 

De acordo com a assessora de comunicação da Acccom, Consuelo Reis, as consultas deverão ser agendadas junto às Secretarias de Saúde ou Postas de Saúde da Família (PSF) das respectivas cidades, dizendo que desejam participar da ação do Novembro Azul, prevenção do câncer de próstata, da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) em parceria com a Acccom.

— Os exames foram conseguidos junto a Secretaria Estadual de Saúde e vão beneficiar vários pacientes — frisou.

 Além dos exames, voluntários da Associação entregarão folhetos com orientações e adesivos referentes à data, em Divinópolis e mais cinco cidades do Centro-Oeste de Minas. São elas: Bom Despacho; Itaúna; Campo Belo; Nova Serrana; Pará de Minas.

A Acccom levará também palestras e orientações sobre o câncer de próstata a diversas cidades como Arcos, Córrego Danta, Divinópolis, Formiga e Oliveira, entre outras. 

Especialista
De acordo com o oncologista, Denny Veloso, o câncer de próstata é o segundo câncer mais comum entre os homens brasileiros, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma.

— O câncer de próstata é mais comum, mais comum que o de pele. E ainda tem uma alta mortalidade. A cada 38 minutos uma pessoa morre por conta do câncer, se pararmos para pensar, a gente tem 14 mil diagnósticos de câncer de próstata no Brasil — frisou.

Ele explica que a doença causa mais problemas quando o paciente é jovem, porém ela tem uma crescente quando o homem chega à casa dos 50 anos.

— O diagnóstico precoce dá uma chance de cura muito alta. Mas 25 % dos pacientes ainda morrem por causa do câncer de próstata, e 20% destes, que descobrem a doença já está em estágio avançado — explicou.

O exame

O especialista orienta que sejam feitos exames periódicos todo o ano para evitar o diagnóstico tardio do câncer de próstata. Se o homem já tiver histórico de casos na família, o ideal é fazer o teste o quanto antes.

Alimentação

Muitos pensam que não, mas a alimentação interfere na doença, segundo especialistas. Por isso, segundo eles, é importante manter uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente, as de origem animal. Atividades físicas diárias, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar, também são algumas ações que ajudam na prevenção.

Tire dúvidas

 No próximo sábado, 11, a partir das 7h, enfermeiros e médicos urologistas do Hospital São João de Deus (HSJD) vão atender consultas de forma voluntária. A previsão é que cerca de 100 pacientes sejam atendidos na unidade oncológica da Acccom.

 

Comentários
×