Conselho promove Dia Mundial da Saúde

 

Da Redação

O Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Divinópolis (Comseans) estará presente, no próximo sábado, 6, na feira do Esplanada. Uma das intenções da ação é promover a alimentação saudável e orientar os consumidores no local. O evento é gratuito e acontece das 7h às 11h.

A participação do conselho na feira é uma iniciativa para a promoção do dia Mundial da Saúde, que acontece no domingo, 7. O tema deste ano, decidido anualmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é “Movimente-se!”.

— O principal objetivo desta data é conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da saúde através do consumo saudável, levando a uma melhor qualidade de vida — informa o Comseans.

O ato é uma parceria com a UNA, o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), a Câmara de Dirigentes Lojistas de Divinópolis (CDL) e secretarias municipais.  

Conselho

O conselho, criado em 2005, tem como principal função “propor e encaminhar aos órgãos competentes as suas propostas de políticas, programas e ações públicas que contemplem as suas finalidades no que diz respeito ao direito à alimentação e à nutrição”, como define a lei que instituiu o Comseans. Dentre as atribuições do conselho está o banco de alimentos, incentivos à agricultura urbana e ao autoconsumo, e restaurantes populares.

Ao Agora, o nutricionista e presidente do conselho, Mário Henrique Rabelo, informou que a ação na feira do bairro Esplanada contará com a presença de estudantes para orientar os consumidores sobre diversas especialidades da saúde.

— Essa ação foi programada juntamente com a UNA, que conta com cursos na área saúde, nutrição, bioquímica, fisioterapia e psicologia. O objetivo do conselho é trabalhar em conjunto e marcar presença nessa data, valorizando, e tendo como tema, o consumo saudável. Em parceria com o Procon, daremos esclarecimentos sobre o consumo saudável e alimentos mais higiênicos — explica Mário.

Sendo assim, cada curso presente na feira estará oferecendo uma determinada ação para os feirantes e comerciantes.

— Os alunos de nutrição, por exemplo, vão orientar quanto ao consumo alimentar consciente; fisioterapia, orientações sobre ergonomia; biomedicina, orientações sobre controle microbiológico; e psicologia, sobre a saúde mental dos produtores — explica o Comseans.

Mais ações

Segundo o presidente da entidade, o conselho já tem diversas atividades programadas para o restante do ano.

— Nós temos um ano inteiro programado de ações. Haverá, por exemplo, comemoração do dia do nutricionista, dia do agricultor familiar, e ações para a Semana da Alimentação, que agora é uma lei — informa o presidente.

Participação popular

O presidente do Comseans também pede para os cidadãos procurarem a organização para expor suas demandas.

— A sociedade e a população podem apresentar pautas e demandas. Esse é um espaço aberto para que nós levemos aos representantes do Executivo e Legislativo as demandas. Esse espaço tem essa função, de encaminhar até eles as questões. O que fazemos é chamado controle social — destaca Mário.

Feiras

Sobre o surgimento de novas feiras na cidade, Mário explica que o conselho não foi consultado, mas deveria ter sido, a fim de ajudar na elaboração de normas.

— O conselho tem também o papel de participar dessas decisões das feiras. Porém, não está sendo consultado a respeito dessas que estão aparecendo, sem controle e normativas. Então, precisamos trabalhar essas normas para que não vire bagunça e prejudique até os agricultores familiares, pois o início dela [da feira] foi este, de produtores locais.

 

Comentários
×