Conselho de Fiscalização da Copasa será formado em Divinópolis

Da Redação

Integrantes da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária e também da Comissão de Saúde, reuniram-se na tarde desta sexta-feira, 22, com o superintendente de Operação Centro e Oeste da Copasa, João Martins, em um novo debate sobre as obras, atividades e ações da estatal em Divinópolis.

No último dia 11 de março, a Comissão de Fiscalização já havia realizado um debate para tratar dos problemas relatados na prestação de serviços feita na cidade.

O encontro foi realizado no Plenarinho da Câmara Municipal e teve como foco a eficiência do trabalho da Copasa. Os vereadores relataram a insatisfação da população com os avisos de interrupção de abastecimento de água em bairros e a má qualidade de serviços prestados. Foram destacados, especialmente, os buracos em vias públicas e a má qualidade do serviço feito pelas concessionárias e terceirizadas na abertura e fechamento de valas.

Também foi debatida a aplicação do decreto 12.941/2018, que trata da competência para a fiscalização da abertura e fechamento da de valas dos logradouros em Divinópolis.

A Copasa manifestou a importância do diálogo, da responsabilidade e competência de cada serviço e a necessidade de avanços na interlocução com a Prefeitura Municipal e suas pastas responsáveis pelo setor de obras e serviços, a Semsur, Semfop, Planejamento Urbano e Meio Ambiente. 

No fim do encontro, ficou encaminhado, para os próximos dias, a formação de um Conselho de Fiscalização composto pelo poder Executivo, poder Legislativo, Copasa e membros da sociedade civil.

O objetivo é que sejam realizadas reuniões periódicas de prestação de conta, balancetes de ordem de serviços, tomadas de decisões, bem como notificações e aplicação de autos de infração. 

Participaram os vereadores Renato Ferreira (PSDB), Raimundo Nonato (PDT), Josafá Anderson (PPS), Sargento Elton (PATRI), Janete Aparecida (PSD) e Matheus Costa (representado pela assessoria). A procuradora-geral da Câmara de Divinópolis, Karoliny Faria e a procurada Paula Ingrid também participaram dos debates. 

Comentários
×