Confiança de empresários aumenta para este ano

 

Pablo Santos

O ano começou com os empresários mineiros animados. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) aumentou 1,7 ponto em relação a janeiro (61,8 pontos), alcançando 63,5 pontos em fevereiro. O resultado foi 11,6 pontos superior à sua média histórica e o mais alto para o mês em nove anos.

Conforme a pesquisa, desde outubro de 2018, o indicador aponta empresários confiantes, com valores acima de 50 pontos – fronteira entre confiança e falta de confiança.

A manutenção da confiança em patamares elevados aponta que os empresários esperam uma melhora da atividade industrial ao longo do ano, e é fator determinante para o retorno dos investimentos na economia. O Icei nacional variou pouco frente a janeiro (64,7 pontos), mas manteve-se em patamar elevado, marcando 64,5 pontos em fevereiro. O indicador foi o melhor para o mês desde 2010 (67,5 pontos).

— O resultado da ponderação dos índices de condições atuais e de expectativas, que variam de 0 a 100 pontos. Valores superiores a 50 pontos indicam percepção de situação atual melhor e expectativa positiva para os próximos seis meses, respectivamente — destacou a pesquisa.

O indicador de condições atuais cresceu 2,3 pontos entre janeiro (50,9 pontos) e fevereiro (53,2 pontos), atingindo o maior patamar desde janeiro de 2011 (53,7 pontos). Há quatro meses os empresários vêm apresentando percepção de melhora nas condições correntes dos negócios, com valores acima de 50 pontos. O índice foi 1,9 ponto superior ao de fevereiro de 2018 (51,3 pontos), e 8,9 pontos acima da sua média histórica (44,3 pontos).

Expectativa

Ainda conforme o levantamento da Fiemg, o indicador de expectativas dos empresários para os próximos seis meses também aumentou, em 1,3 ponto, marcando 68,6 pontos em fevereiro.

O indicador permaneceu acima de 50 pontos pelo sétimo mês consecutivo, sinalizando otimismo – sentimento compartilhado por empresários de todos os portes de indústrias.

— O indicador foi significativamente mais elevado que o de fevereiro de 2018 (59,2 pontos) e há quatro meses mantém se próximo aos 70 pontos — finalizou a nota.

Comentários
×