Concessionária já apreendeu mais de 140 animais na MG-050 em 2020

Da Redação

A AB Nascentes das Gerais, que administra o sistema MG-050/BR-265/BR-491, realizou a apreensão de 146 animais de grande porte nas rodovias, até o momento, em 2020, incluindo equinos, bovinos e caprinos. Somente em outubro, foram oito apreensões de animais de grande porte, sendo que a média mensal deste ano está em 16 animais apreendidos.

— Para evitar a presença de animais na rodovia, a concessionária conta com as viaturas de inspeção de tráfego que percorrem permanentemente a rodovia e caminhão boiadeiro para apreensão dos animais soltos, cujo objetivo é atender com rapidez as ocorrências nas rodovias do sistema MG-050 — informou a Nascentes das Gerais.

O veículo de apreensão de animais da AB Nascentes das Gerais é utilizado para transporte dos animais encontrados e apreendidos na rodovia, transportando-os para a fazenda laboratório da Unifor-MG, em Formiga (MG), instituição que possui um convênio com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra).

Os animais ficam 60 dias à espera de seus donos e, após esse período, o Estado os leva a leilão.

— É importante ressaltar que cabe aos proprietários a responsabilidade pela guarda dos animais e, caso invadam a rodovia, são responsáveis pelos eventuais danos causados aos usuários e ao patrimônio público — acrescentou a Nascentes.

Outra ação desenvolvida, segundo a concessionária, para diminuir a incidência de animais na pista é a campanha “Segura o Bicho”. A equipe do Plano de Gestão Social (PGS) da AB Nascentes das Gerais realiza visitas aos proprietários rurais com panfletos e informações, cujo objetivo é sensibilizar e conscientizá-los sobre as questões relacionadas à importância da manutenção das cercas e da guarda dos animais, ações imprescindíveis para evitar acidentes causados por animais soltos nas rodovias.

Durante as abordagens também há orientação sobre o descarte incorreto do lixo e a prática de queimadas às margens da rodovia. Neste ano, devido à pandemia de covid-19, a atuação junto à comunidade com as ações educativas, principalmente para os criadores, foi impactada diante das medidas de distanciamento social, de acordo com a concessionária. Assim, a Nascentes disse que alerta por meio de comunicados sobre perigo destes animais soltos indevidamente por seus proprietários adentrarem a rodovia.

Comentários
×