Como assim?

 

A Prefeitura promove atividades no Primavera dos Museus, sem museu? A resposta é sim! Estão previstas ações amanhã, no sábado e são organizadas pela equipe do Museu Histórico.

As atividades destacam a importância da educação em várias áreas do conhecimento. Dentro da programação, haverá uma visita monitorada ao patrimônio cultural de Divinópolis com alunos das escolas municipais. Como assim, visita sem museu? Calma que tem sim.

Onde está? 

O museu está aberto com todo acervo pronto para visitação. Antes que fique mais confuso ainda, explico: ele funciona de forma provisória, junto ao arquivo público municipal e está acessível para visitação segunda, quarta e sextas-feiras de 12h às 17h e também por meio de agendamentos. O endereço é avenida 7 de Setembro, 1.148, Centro.

Bens culturais 

As visitas de escolas são possíveis por meio do projeto ‘Bom Passeio’, da Prefeitura. O roteiro da visitação abrange bens culturais, como o patrimônio ferroviário e a usina de álcool-motor da década de 1930, onde hoje funciona o teatro Gravatá. Muito pouco para uma cidade com tantas e antigas histórias.

Esculturas

Além destes dois locais, as turmas visitarão o Museu GTO, do renomado artista plástico Geraldo Teles Oliveira, coordenados pelo neto do artista Alex Teles, que não deixa a história nem o nome do seu avô caírem no esquecimento. A campanha nacional é promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus e ocorre entre 17 e 23 deste mês.

Em andamento 

Sobre a reabertura, a Secretaria de Cultura diz que busca apoio para a restauração do sobrado da praça da Catedral por meio da Lei Rouanet. Afirma que os projetos preliminares para a solicitação do incentivo estão em fase de finalização em parceria com professores e alunos da Faculdade Pitágoras e da Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg).

Prazo 

O Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA) concedeu ao Município dois anos para início das obras de restauração, contando a partir de 2018. Vale lembrar que ele foi interditado em março de 2017 pela Defesa Civil, após apresentar danos estruturais na edificação.

Corrupção passa 

'Corrupção é a única coisa que passa de governo para governo', a afirmação é do promotor Eduardo Nepomuceno. Ele está afastado da 17ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pelo ministro Dias Toffoli.  

 Meus acertos 

O promotor havia sido afastado em março de 2017 por supostamente ter descumprido deveres previstos na lei orgânica. Em junho deste ano, retornou ao cargo, mas Toffoli anulou a decisão. “Dessa vez, sinceramente, não saí nem um pouco insatisfeito porque acho que o contexto veio à tona. Fica mais daquele cidadão que não vive o dia a dia do Ministério Público compreender que estou saindo, justamente, em razão dos meus acertos na promotoria e jamais por conta de erros”, disse Nepomuceno ao repórter Eduardo Costa da Itatiaia.  

 Casos 

Nepomuceno é bastante conhecido por abrir inquéritos contra caciques políticos, como o senador Zezé Perrella (MDB) e o governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT).  Manter uma pessoa assim, atuando não é bom para “ninguém”!

 Visita 

A Uemg/Divinópolis recebe hoje, a visita da reitora e do vice-reitor, professores Lavínia Rosa Rodrigues e Thiago Torres Costa Pereira.  A previsão é que eles fiquem da unidade de ensino das 8h30 ate as 19h30.

Comentários
×