Comissão investigará morte de bebê de 7 meses na UPA de Divinópolis

Pollyanna Martins

A Comissão de Óbito Infantil da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) investigará a morte de um bebê de 7 meses. A vereadora Janete Aparecida (PSD) disse que foi procurada pela família da menina na última sexta-feira, 22, logo após a criança vir a óbito.

Conforme contou a parlamentar, uma tia do bebê relatou que a mãe da criança a levou para a Unidade de Pronto Atendimento Padre Roberto (UPA 24h), por volta das 17h, pois ela estava com dificuldade para respirar. Segundo Janete, ao chegar à unidade, a criança foi classificada na cor laranja no Protocolo de Manchester. O protocolo determina nesta classificação que o atendimento deva ser realizado em no máximo 10 minutos.

De acordo com Janete, a tia da criança contou que ela só foi atendida uma hora depois de chegar à UPA. A vereadora disse ainda que a mãe da menina acredita que, se ela tivesse sido atendida de acordo com o tempo determinado pelo protocolo, a criança não teria morrido, pois o bebê era saudável.

— A gente não pode fazer juízo de valor ainda, porque não foi investigado se o atendimento foi feito dentro do prazo necessário. Consta da certidão de óbito da menina que ela morreu de insuficiência respiratória grave — contou.

Segundo Janete, a família autorizou a investigação da morte do bebê. Conforme informou a vereadora, a comissão já foi acionada e a investigação começará nos próximos dias.

Outro lado

A Prefeitura informou que aparentemente a criança chegou à unidade com uma doença respiratória com evolução rápida, mas é a Comissão de Óbito é quem vai apontar a causa da morte.

Comentários
×