Comissão de Saúde fiscaliza situação caótica da UPA em Divinópolis

Da Redação

A Comissão de Saúde, Meio Ambiente e Ciência da Câmara de Divinópolis – composta pelos vereadores Zé Braz como presidente, vereador Israel da Farmácia Secretário, e vereadora Lohanna França, como membro – realizou nesta semana, uma visita à UPA Padre Roberto, com o intuito de fiscalizar as dependências e situação dos leitos do SUS.

No local foi constatada a ocupação de 110% dos leitos de CTI Adulto, 125% dos leitos de enfermaria adulto e 50% da ocupação da enfermaria infantil – sendo que destes 80% são da cidade de Divinópolis.

De acordo com o presidente da Comissão, foi verificada ainda a falta de sedativos necessários para entubação dos pacientes, entre outros problemas causados pela superlotação. A previsão dada pela diretora assistencial, Meire, é de que em menos de dois dias, caso medidas não forem tomadas, os medicamentos podem faltar.

Ainda segundo os membros da comissão, Meire explicou que a falta do sedativo se dá pela falta de mercado (grande demanda), e não de recursos, e ressaltou que, caso faltem os medicamentos, os pacientes não suportarão a dor do aparelho respiratório, podendo morrer.

— Após constatar os dados na UPA, fomos diretamente ao Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis a fim de relatar a atual situação ao secretário de Saúde, Alan Rodrigo, e buscar juntos uma solução a ser feita para beneficiar a saúde dos munícipes — destacou Braz.

Na reunião, a Comissão sugeriu que a Prefeitura montasse um ponto de triagem até sexta-feira, 26, que contará com testes de covid-19, com o intuito de facilitar o diagnóstico do novo coronavírus.

Foi sugerido ainda pela Comissão de Saúde que a UBS estratégica tenha o funcionamento no horário das 7h as 22h para desocupar o fluxo da UPA – sendo assim, aqueles que não estivessem com a doença procurariam atendimento nestes outros locais.

— Caso seja inviável, nós, da Comissão de Saúde, solicitamos que, pelo menos os três postos de saúde centrais estivessem abertos, sendo eles os dos bairros Centro, Bom Pastor e Niterói — destacou Lohanna França.

Em seguida, os vereadores que compõem a Comissão estiveram em reunião com a vice-prefeita e secretária de Governo, Janete Aparecida.

— Informamos à Janete Aparecida que, como membros da Comissão de Saúde, estamos fiscalizando e solicitando um melhor gerenciamento mais efetivo da Saúde, bem como medidas mais duras no combate à pandemia — finalizou Israel da Farmácia.

Comentários
×