Comércio fecha 309 vagas

 

 

Pablo Santos 

O comércio divinopolitano cortou emprego neste ano. Números do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) confirmam 309 oportunidades encerradas na cidade de janeiro a setembro. O pior mês para o setor foi julho e apenas dois apresentaram saldo positivo durante o ano.

De acordo com os dados do MTE, o comércio divinopolitano admitiu 5.153 e 5.462 foram demitidos, ou seja, o saldo negativo de 309. Dos nove meses de 2019 até o momento, julho foi o pior período: 111 encerradas no comércio divinopolitano. Em janeiro, outra marca negativa com 94 cortes de vagas. De janeiro a setembro, apenas dois meses o setor criou vagas em Divinópolis. Em março, a cidade chegou a abrir 140 vagas, mas em maio voltou a encerrar oportunidades: 84. Outro número positivo no durante o ano foi agosto com quatro vagas criadas, de acordo com o MTE.

Em setembro, foram encerradas 35 oportunidades de emprego na cidade. No ano passado no mês período, o setor chegou a criar sete vagas com carteira assinada em Divinópolis.

A situação do comércio também é negativo em Minas Gerais e no país. De acordo com os dados do Ministério do Trabalho e Emprego, no estado foram cortados 6 mil oportunidades e, no Brasil, 59,1 mil encerrados.

 2017 

No ano passado, o setor chegou a se recuperar e abriu 87 vagas com carteira assinada em Divinópolis, depois de resultados negativos. Em 2016, a cidade encerrou 169 oportunidades de trabalho e, no exercício anterior, o comércio cortou 269 vagas de trabalho na cidade. O último resultado vigoroso do setor foi em 2014 com 571 postos de trabalho com carteira assinada no município. Já em 2013, o setor abriu 269 vagas de emprego.

 

Comentários
×