Comércio espera boas faturar no Dia das Crianças

 

Jorge Guimarães

Setembro chega ao fim no próximo domingo e outubro começa com boas perspectivas de vendas no comércio. A aproximação do feriado de Nossa Senhora Aparecida e, por consequência, o Dia das Crianças gera expectativa no comércio. Apesar de ser uma data segmentada, tem grande relevância para as lojas, pois é o termômetro do setor para o Natal.

A Câmara de Dirigentes Lojista (CDL) Divinópolis acredita que as vendas em 2018 serão melhores que no ano passado, com uma expectativa de aumento em torno de 3% a 5%. 

— Estamos otimistas para mais uma data importante para o comércio. Sempre com o princípio de levar ao público que compras efetuadas em Divinópolis trazem benefícios para a cidade. Esperamos um aumento entorno de 3% a 5% para vendas deste ano — avaliou a presidente CDL, Alexandra Elisa Galvão Barros. 

Horário especial

O comércio terá horário especial de funcionamento à partir da semana que antecede a data.

— Sempre efetuamos acordo com o empresariado e entidades de classe quanto aos horários especiais de funcionamentos que antecedem datas comemorativas. Este acordo é o funcionamento do comércio em duas horas além do expediente normal. Nos próximos dias, a CDL divulgará oficialmente o horário — definiu a presidente. 

Presentes

Já foi o tempo em que criança dizia que roupa não é presente. Apesar de brinquedos serem ainda os produtos mais vendidos, os eletroeletrônicos como celulares e videogames a cada ano ganham mais espaço entre a preferência das crianças, como também roupas e calçados infantis.

— Apesar de algum tempo no mercado, sempre procuramos inovar nos itens de nossa loja e nossa expectativa é das mais animadoras, pois estamos tendo uma boa aceitação quanto aos clientes que nos visitam. Estamos com uma linha mais que completa, que atende desde o bebê até o infantil — avalia a empresária do setor de vestuário, Clarisse Oliveira.

Lembranças

Na loja, quem conferia os preços, era o comerciário Carlos Alves, que já procurava novidades em custos.

— Não conhecia a loja, estou me surpreendendo com a variedade de roupas. Este ano eu e minha esposa resolvemos dar roupas de presente no lugar de brinquedos. Vou elaborar uma lista para, depois decidir o que comprar analisou o profissional — revelou.

 

Comentários
×