Comércio e sindicatos prontos para movimento do fim de ano

Horário especial de Natal começa hoje; ruas e vitrines estão decoradas

Jorge Guimarães 

O tão esperado 13º salário, que tem sua segunda parcela paga até o próximo dia 20, complementa a renda de muitos trabalhadores e respinga no segmento do varejo. Neste ano, com o avanço da vacinação, as pessoas estão mais seguras para participar de eventos e confraternizações. Assim, a expectativa para é boa entre os empresários que já focam em traçar metas para o próximo ano. E ainda que muitos utilizem o abono para quitar dívidas, outras famílias utilizam essa renda extra, ou parte dela, para as festas de fim de ano, como ceias, viagens, o que aquece os mais diversos setores da economia, que já se prepara para a estação mais quente do ano: o verão. 

 

Divinópolis

A cidade já vive o clima de fim de ano desde a realização da Black Friday. E, com a expectativa de bons negócios  no ar, o comércio tratou logo de exibir suas vitrines bem ornamentadas, e o consumidor já vive um mundo mágico que desperta o desejo de presentear. Mas magia de verdade é o que têm feito os comerciantes ao longo destes dias de convivência com a pandemia. 

— Passamos por muitas dificuldades nestes últimos meses devido à pandemia e ao abre e fecha do comércio. E nossa base para estarmos aqui hoje, ainda em plena pandemia, foi a persistência e nossa união, desde os colaboradores aos fornecedores. E que venha 2022, com novos desafios. Estamos prontos para vencê-los – disse a empresária Claudia Silva.

 

Amigo oculto

Outro setor que sofreu ao longo desta pandemia foi o de prestação de serviço. O empresário do ramo de alimentação Rolando Menezes espera um bom movimento a partir da próxima semana, principalmente com as confraternizações de empresas e amigos.

— Sempre tem empresas que fazem suas festas de fim de ano aqui. Amigos e famílias também se reúnem para se confraternizaram. Nesse sentido, esperamos um bom movimento não só antes do Natal, mas se estendendo até o Réveillon – disse.  

 

Horário especial

De olho no período, o Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis (Sincomércio) e o Sindicato dos Empregados no Comércio (Sindcomerciários) assinaram, no último dia 16, a convenção coletiva com horário sugestivo e facultativo para o funcionamento do comércio durante o período natalino. Como ficou acordado,  o horário especial começa hoje com as lojas funcionando até às 20h, mesmo horário de amanhã, sexta-feira. Já neste sábado, 11, o funcionamento será até as 14h e, no domingo, fechado. 

Já durante toda a próxima semana, entre os dias 13 e 17, o horário de atendimento ao público será até as 20h. No sábado, 18, o comércio vai funcionar até as 18h e, no domingo, até as 14h. Entre os dias 20 e 23 o horário será até as 21h e, no dia 24, os estabelecimentos ficam abertos até as 20h. No sábado, 25, e no domingo, 26, o comércio estará fechado. Na segunda, 27, as lojas abrem após as 12h. 

Durante todo o horário especial, o comércio abrirá a partir das 9h. 

— A dica para quem ainda não garantiu os presentes é analisar o orçamento e dar preferência para ir ao comércio em horários com menos fluxo de pessoas. Neste ano, temos a grande preocupação de evitar aglomerações e filas, que podem trazer riscos à saúde da população — avalia o empresário do ramo de confecção infantil Dalmo Vasconcelos.

A auxiliar de serviços gerais, Maria das Graças Costa, pretende já neste fim de semana fazer sua pesquisa de preços para fazer as compras no início da próxima.

— Vou aproveitar o fim de semana de folga e pesquisar os preços. Assim evito o corre-corre das pessoas nas ruas – relatou.

 

Exceções 

O acordo feito entre os sindicatos  não se aplica aos shopping centers e supermercados. Para esse tipo de comércio, existem convenções específicas, como para lojas de material de construção e outros estabelecimentos que não praticam, habitualmente, horários especiais. O mesmo acontece com as farmácias, por exemplo. 

Para que a empresa precise de seus funcionários nos horários especiais deverá obter certificado, emitido pelo Sincomércio, que autoriza e torna regular o trabalho. A emissão do documento não tem ônus para as empresas que estiverem em dia com as contribuições devidas aos sindicatos patronal e profissional.

O certificado deverá ser afixado em local visível.

De acordo com a convenção, as horas trabalhadas no dia 19, domingo, as horas de folga serão concedidas no próximo dia 27 e 3 de janeiro de 2022, quando o comércio abrirá a partir das 12h.



Comentários
×