Comerciantes se aproveitam e aumentam o preço da gasolina

 

Jorge Guimarães

O domingo amanheceu com varias informações nas redes sociais, as quais apontavam uma possível nova paralisação dos caminhoneiros a partir desta segunda-feira, 3. Fato que levou muitos proprietários de automóveis a procurar os postos de combustíveis em Divinópolis, o que gerou filas em alguns deles. Porém, a notícia não procedia se tratava de mais um fake news.

Os aproveitadores de plantão não perderam tempo. O litro da gasolina na cidade já passou os R$ 5 em alguns pontos de vendas. Medida abusiva, segundo os órgãos de defesa do consumidor que recomendam o consumidor a pesquisar e abastecer somente onde houver preço melhor.

Entidades

Representantes das principais entidades de caminhoneiros disseram ainda no domingo, que negociam com o governo após a alta do preço do diesel anunciada pela Petrobras. O aumento de 13% foi anunciado na última sexta. No sábado, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que atualizará a tabela que define os preços dos fretes justamente em razão da variação no preço do combustível.

De acordo com o presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Diumar Bueno, não há chance de paralisação entre os associados da entidade.

Já o presidente do Sindicato dos Transportadores de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sindtanque/MG), Irani Gomes, disse que no momento está tudo normal.

— Os tanqueiros estão trabalhando normalmente, a gente está em estado de greve, não em greve — assegurou.

A Associação Brasileira dos Caminheiros (Abcam) também afirma que não apoia uma eventual nova paralisação e acrescenta que não há indicativo de nova greve por parte dos caminhoneiros. Juntas, as associações reúnem 1,5 milhão de caminhoneiros.

Preços

E não foi só o diesel que a Petrobras aumentou, na última sexta, a gasolina também foi reajustada em 1,53%. E em meio às notícias vinculadas no fim de semana, alguns postos, reajustaram já o preço nas bombas. O preço já varia entre R$ 4,79 e R$ 5,099

 

Comentários
×