Combustível começa 2018 com mais uma alta em Divinópolis

 

Pablo Santos

O preço dos combustíveis em Divinópolis começou 2018 como terminou 2017: em alta. Conforme os dados semanais da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a gasolina e etanol subiram e o diesel ficou com preço estável nas primeiras semanas de janeiro.

Segundo os dados da ANP, a gasolina na cidade está custando, em média, R$ 4,306. No último dia do ano, o litro do combustível estava cotada a R$ 4,240, apontou a agência. Na primeira semana, estava valendo R$ 4,287.

O etanol também subiu no começo do ano. De acordo com a ANP, o litro do álcool combustível custa na cidade, em média, R$ 3,11, isso, na última pesquisa. No início do ano, a média estava em R$ 3,041 e, depois, já passou para R$ 3,075, de acordo com a agência.

Nas duas primeiras semanas de janeiro, o litro do diesel está com preço estável nos postos da cidade. De acordo com a ANP, o litro em média é cotado em R$ 3,487.

2017

O aumento acumulado da gasolina para distribuidoras chegou a 30% em 2017. O preço foi alterado 117 vezes em 180 dias, desde que entrou em vigor a nova política de preços da estatal. Foram 62 aumentos e 55 reduções. Já no diesel, foram 121 alterações, sendo 69 aumentos e 52 cortes de valor. A nova política de preços da Petrobras estreou em julho e foi regida por ajustes quase que diários nas tabelas. O diesel, por sua vez, alcançou 28%.

 2018 

A Petrobras anunciou na segunda-feira aumento de 0,1% para preço do diesel e redução de 0,8% no preço da gasolina comercializados nas refinarias. Os reajustes serão válidos partir de hoje.

Na sexta-feira, 12, a estatal divulgou reduções de 0,7% tanto no preço do diesel, quanto no da gasolina, comercializados nas refinarias. Os reajustes eram válidos a partir de sábado, 13.

A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho de 2017. Pela nova metodologia anunciada, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente.

Desde o início da nova metodologia, o preço da gasolina comercializada nas refinarias acumula alta de 27,9% e, o do diesel, valorização de 24,48%.

 

Comentários
×