Combustíveis sofrem nova queda nos preços

Jorge Guimarães 

Em meio à crise internacional, com a queda do preço do petróleo, devido à pandemia do coronavírus, a Petrobras que tem como política seguir os preços do mercado internacional, voltou a reduzir, nesta terça-feira, os preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. 

Segundo a estatal, o preço da gasolina cairá, em média, 8%, acumulando assim queda de 55%, desde o inicio do ano. Já o diesel será reduzido em 4%, totalizando uma queda acumulada em 2020 de 38%.

Preços

Em levantamento realizado, em 10 pontos de vendas, pela Agência nacional do petróleo (ANP), na última semana, em Divinópolis, ficou constatado que o preço médio da gasolina comercializado na cidade é de R$ 4,25, o mais barato em R$ 3,99 e o mais caro ficou em R$ 4,59. Na região, a cidade que teve o preço médio mais alto foi Formiga que registrou R$ 4,39 e o preço médio mais baixo ficou com Pará de Minas com R$ 4,10. 

Já o diesel em Divinópolis teve o preço médio, mais baixo e o mais alto, todos eles na faixa de R$ 3,39, sendo a diferença, entre eles, somente nos décimos de centavos. Na região, a cidade de Formiga registrou R$ 3,28 como sendo o preço médio mais baixo na região. 

Queda

Divinópolis, nas últimas quatro semanas teve queda de 7,6% no preço da gasolina, caindo dos R$ 4,60 para os atuais R$ 4,25. No diesel, a queda foi de 6,3%, em igual período.

— A queda nos quatro primeiros meses do ano está bastante acentuada, em virtude do grande estoque mundial de petróleo devido à pandemia do Covid-19. Lembrando que, mesmo assim, a pesquisa ainda é de grande avalia para o consumidor, pois como o mercado é livre a concorrência é sempre boa para ele — avalia o empresário, Alvimar Neto.

Comentários
×