Combustíveis apresentam preços estáveis

 

Jorge Guimarães

É tanta oscilação nos preços dos combustíveis vendidos às distribuidoras que o consumidor fica perdido em relação na escolha entre gasolina e etanol. As alterações, no entanto, quase nunca chegam às bombas. Portanto, o consumidor tem que se valer da velha e boa pesquisa.

Em Divinópolis, após levantamento realizado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) em dez pontos de vendas, verificou-se que os custos não sofreram tantas alterações no decorrer de julho.     

Gasolina

O preço médio da gasolina no mês caiu 0,63%. No início de julho, o combustível era comercializado a R$ 4,76, e na última semana, a R$ 4,73. O valor mais baixo encontrado na cidade oscilou entre R$ 4,58, no começo do mês, e R$ 4,56, no fim.

A grande diferença se deu no maior preço praticado pelos postos de combustíveis, que estava, no começo do mês, a R$ 4,99 e caiu, na última semana, para R$ 4,79, o que representou uma queda de 4%.

Etanol

O etanol, em julho, teve uma diminuição um pouco maior em seu preço médio praticado na cidade. Os R$ 3,01 da primeira semana do mês caíram para R$ 2,98 na última semana, resultando numa redução de 0,99% no mês. O mesmo ocorreu com o valor mínimo praticado, que teve um decréscimo de 3,8%, caindo dos iniciais R$ 2,87 para R$ 2,76. Já o maior custo encontrado nos postos de combustíveis ficou estável, em R$ 3,19.

Diesel

O comportamento dos preços do diesel também foi de estabilidade. Julho abriu e fechou com o valor médio sendo praticado em R$ 3,61. O menor custo ficou em R$ 3,49 e o maior fechou em R$ 3,69.

 

Comentários
×