Com equipamento estragado, Semusa remarca ultrassonografias

Previsão é de que exames voltem a ser feitos na próxima terça-feira

Rafael Camargos 

A primeira reação de uma mulher quando pega um teste de gravidez e ele dá positivo geralmente é de muita alegria. Depois, contar às pessoas próximas. Aí vem o mais importante: planejar, principalmente o acompanhamento médico, de fundamental importância para uma gravidez saudável. Os exames estão inclusos nestes procedimentos. Um deles, o ultrassom. O primeiro vem sempre recheado de expectativas. Mas, em Divinópolis, as que procuraram pelo exame no Sistema Único de Saúde (SUS) voltaram para casa frustradas. 

O procedimento oferecido pelo SUS não vem sendo realizado na cidade há alguns dias. De acordo com o relato de uma grávida de 29 anos, do bairro Manoel Valinhas, que preferiu não se identificar, ela foi à policlínica para marcar o exame e uma atendente revelou que o aparelho estava quebrado e que não havia data para funcionamento.  

Ainda conforme a gestante, ela, que precisa fazer o teste a pedido do médico, disse que vai esperar apenas mais uma semana.  

— Se não consertar, vou ter que fazer pelo modo particular, mesmo sem poder — contou à reportagem. 

Procurada, a Prefeitura confirmou que o equipamento teve problemas e já está em manutenção. A expectativa é que ele esteja em funcionamento até a próxima terça-feira, 19. 

Questionada sobre qual seria o destino das pacientes com exames marcados para esses dias em que o equipamento está em conserto, o Executivo ressaltou que todos os exames foram remarcados e as consultas do dia 19 e posteriores não sofreram alteração. 

Quando fazer 

A ultrassonografia na gravidez é muito importante, e tem um papel fundamental para saber se está tudo certo com a mãe e o bebê. Se ele está se desenvolvendo como deveria, se está saudável, dentre outros fatores. 

Um pré-natal feito pela unidade pública de saúde tem como meta três ultrassonografias durante a gravidez, um a cada trimestre. Essa quantidade é considerada ideal para detectar algum problema e saber se o bebê está adequado pra aquele tempo gestacional. 

Porém, para quem tem convênio ou plano de saúde, tudo depende da prescrição médica. Alguns médicos mandam fazer ultrassom a cada mês. Depende de cada paciente e da necessidade.

Comentários
×