Com doações de combustível por prefeituras, Samu amplia previsão de atendimento no Centro-Oeste

Em Divinópolis, previsão é de que ambulâncias circulem por mais uma semana

Da Redação

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste (Cis-urg) informou, ao fim da tarde desta sexta-feira, 25, que continua em "estado de alerta" quanto ao abastecimento das ambulâncias até que seja normalizada a disponibilidade de combustíveis nos postos credenciados.

Conforme o Agora informou, desde a tarde desta quinta-feira, 24, o órgão negocia com prefeitos, postos onde ainda há combustíveis e o governo do Estado.

— Até o momento o consórcio conseguiu mil litros de diesel emprestados pelas prefeituras dos municípios de Divinópolis, Itaúna e 400 litros de diesel em Nova Serrana. Conseguiu, ainda, adquirir, por meio de compra emergencial, combustível para abastecer as unidades de Luz e Formiga — afirma o Cis-Urg.

Com o empréstimo, a previsão em Divinópolis já é de que a frota de 31 ambulâncias consiga circular por mais uma semana. 

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, acompanha a situação, buscando alternativas para o abastecimento de todas as ambulâncias do Samu Oeste nos seus pontos próprios de abastecimento.

— Isso está em fase de negociação e tão logo seja resolvida a documentação solicitada pelo Estado, estaremos com pontos de abastecimentos em toda região para este momento crítico. Mas, sabemos também que os recursos disponibilizados pelo Estado são limitados. Nesse sentido, esperamos uma solução positiva quanto ao término da greve, para que sejam normalizados não só os serviços emergenciais, mas também das unidades hospitalares que estão entrando em colapso por falta de insumos — informa.

O órgão diz ainda que não se pode, "em hipótese alguma", deixar de prestar assistência a quem necessita.

— Vamos trabalhar incansavelmente para garantir o abastecimento de nossas ambulâncias — destaca José Marcio Zanardi, coordenador do Samu.

Comentários
×