Coluna Entre Aspas 16/09/2021

LÍNGUA PORTUGUESA

PARA REFLETIR...

 

DEPRESSÃO

 

A dor que agora me dói

É dor que não se acalma 

É dor que não dói na pele

É dor que dói na alma

 

É dor que dói no peito

É dor que dói no coração 

É dor que me faz rastro

É dor que me faz poeira do chão 

 

É dor que mata os sentimentos

É dor que mata o meu ser

É dor que destrói a vida

É dor que não deixa viver

 

Acaba com o ego e amor próprio. 

Suicídio, insônia, tristeza e desestima

São os frutos dessa dor insana

Que aniquila a paz e a autoestima

 

Dor que tira toda nossa luz

Torna os nossos dias sem cor

Essa batalha só se vence

Com muito carinho e muito amor

 

Evitar o mundo é causa grave

Pode levar à depressão

Desconecta-nos do mundo

Faz crescer a solidão

 

Deus me dê forças nesse momento

Para que essa dor eu consiga curar

Tenho fé, sou muito forte; desistir?

Esse verbo não aprendi a conjugar

 

Por mais que a dor insista 

Em minh’alma permanecer

Sua insistência não é mais forte

Do que a minha vontade de viver

 

Nos meus dias mais cinzentos

Que Deus me traga luz

Tenho fé e muita certeza

Que esse fardo não é minha cruz

 

Vencer essa jornada sozinho

Não é para mim o essencial

Tenho um papel importante, eu sei

Mas toda ajuda é fundamental

 

Se essa dor se fosse agora

Evitaria o meu fim

Pois a dor partindo agora

Não mataria o que resta de mim.

 

(Autor: Gilmar Dumbá - 04/09/2020)

 

RIA... POR FAVOR!!!

SOGRA SORTEADA
O marido ganhou (num sorteio) três passagens para Jerusalém. Pediu alegremente à mulher para arrumar as malas e ligou para convidar a mãe dele para ir junto. E começou uma discussão. A esposa queria levar a mãe dela. No fim da briga, ele concordou em levar a sogra (a mãe dela). Em Jerusalém, a sogra se emocionou demais, passou mal e rapidamente faleceu. O marido perguntou quanto custava o enterro em Jerusalém e lhe disseram que seriam mil reais. Perguntou quanto custava mandar o corpo para o Brasil e soube que, com transporte aéreo e tudo, ficaria por vinte mil reais. O MARIDO DECIDIU ENTÃO MANDAR O CORPO PARA O BRASIL. Os judeus e a esposa ficaram surpresos demais.
— Por que mandar para o Brasil, se é 20 vezes mais caro? O marido respondeu:
— Tenho muito receio. Aqui em Jerusalém vocês já tiveram o caso de alguém que morreu e ressuscitou. Prefiro não arriscar.

MÁXIMAS DO PROFESSOR CARLINHOS

  • TEMPOS MODERNOS
    Dois jovens estavam num supermercado e dirigiram-se ao caixa quando foram interpelados pela funcionária atendente que perguntou:
    — Vocês estão juntos?
    Um deles, prontamente, esclareceu:
    — Não... A gente está só namorando, por enquanto.

 

  • PAPO ENTRE CANIBAIS
    Dois canibais conversando e saiu isso:
    — Amigo... Eu não sei mais o que fazer com a minha mulher. Francamente, eu não sei.
    Ensinou o outro:
    — Ah... Se você quiser eu te empresto o meu livro novo de receitas.

 

  • O divinopolitano é um ser muito estranho/engraçado: coloca os pais no asilo, a mulher na academia, os filhos no judô/natação, as filhas no balé/inglês e sai pra passear na rua com os cachorrinhos...

 

Comentários
×