Coluna Braga - 03/06/2021

Marco Aurélio Braga

50 anos

 

O cinquentenário do Jornal Agora é um marco para o jornalismo, para a história de Divinópolis e para a democracia. Ao chegar aos 50 anos de circulação, o Agora prova que alcançar tal marca significa que, além da adoção inequívoca das premissas jornalísticas, houve sabedoria e energia para reinvenção, adaptação e trabalho duro. Tudo isso sem romper com os protocolos científicos e éticos elementares do bom jornalismo: perseguir intransigentemente a verdade, ouvir todos os lados envolvidos, entregar o conteúdo apurado com a maior clareza e beleza possíveis. Pelo cumprimento do papel de guardião da democracia, de assegurador do diálogo e da liberdade de expressão, ele se tornou um referencial para todos que lidam ou não com comunicação diariamente. Desejamos que, da mesma forma que faz há 50 anos, o Agora continue prestando serviço à sociedade, levando informação e opinião, mesmo sob ataques à imprensa e a crise sanitária que passamos. Mais 50 anos ao Jornal Agora!

 

Nova etapa

 

Depois de 58 anos lecionando em escolas divinopolitanos, os últimos deles integrando a equipe de professores do Colégio Integral, Maria José Guimarães optou por abrir mão das salas, mas não de exercer sua paixão pelo português. A partir deste semestre, ela passa a se dedicar exclusivamente à correção de artigos, teses, entre outros.

 

Isenção

 

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo de Divinópolis publicou ontem, no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, o decreto de liberdade econômica, que define as atividades que passaram a ser isentas de alvarás em 1º de junho. As empresas que se enquadrarem no nível de risco 1 (leve, irrelevante ou inexistente), de acordo com a atividade principal prevista pela Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), estarão dispensadas dos alvarás sanitário e de funcionamento e localização. O regramento previsto nesta norma está em conformidade com o Governo de Minas, seguindo o Decreto n° 48.036, publicado em setembro de 2020, que reduz a interferência do estado na atividade empresarial. A nova legislação facilita a abertura de empresas da cidade, agilizando todo esse processo. 

 

Boa notícia

 

O Estrela do Oeste Clube (EOC) concede, até o próximo dia 18, desconto de até 50% para os associados inadimplentes com a taxa de condomínio. A promoção é uma forma de resgatar o associado em débito com o clube e manter a cota ativa. Além do desconto de 50%, o associado em débito pode parcelar em até 10 vezes sem juros no cartão de crédito. A nova gestão identificou, devido à pandemia da covid-19, o crescimento da inadimplência na taxa de condomínio e ofereceu condições especiais para o associado voltar a utilizar as duas sedes do Estrela. “É uma promoção porque estamos sensíveis ao momento que todos estão passando com a pandemia. Fizemos essas condições especiais para o associado que está sem frequentar o clube. O sócio, quando deixa de pagar no primeiro mês, já é bloqueado”, destacou o presidente do Estrela do Oeste Clube, Wander de Sousa. Com três meses de débito, o associado pode perder a cota, de acordo com o estatuto do clube. O presidente do Estrela ressalta a importância de manter em dia a taxa de condomínio para manter o funcionamento da Sede Urbana e do Centro Campestre. “É a nossa única fonte de receita para manter o clube em funcionamento. Por isso, os sócios precisam ficar em dia para o clube continuar oferecendo lazer e o esporte diariamente nas suas duas sedes”, afirmou o presidente. A promoção foi estendida até 18 de junho atendendo aos pedidos dos associados. Após essa data, não haverá prorrogação. O novo presidente tomou posse em 27 de abril e um Grupo Gestor foi formado para contribuir nas tomadas de decisões do Estrela.

 

Denúncia

 

Matéria veiculada nesta semana no site do Sintram destaca que o sindicato “protocolou, no último dia 28 de maio, denúncia no Ministério Público do Estado de Minas Gerais e no Ministério Público do Trabalho a fim de apurar eventual improbidade da agente pública, que ocupa a função de diretora de Comunicação da Prefeitura Municipal de Divinópolis. A informação é que a diretora, indicada pela atual gestão para ocupar o cargo comissionado, tem constrangido, assediado moralmente e perseguido os trabalhadores municipais que atuam no setor de Comunicação. Tais atitudes teriam causado transtornos no ambiente de trabalho e afetado a saúde dos servidores. Além de protocolar a denúncia no MPMG e MPT, o Sintram encaminhou também ofício ao presidente da Câmara de Divinópolis, Eduardo Print Júnior, para que a denúncia seja devidamente investigada pelos vereadores, em comissão competente. O Sindicato deu ciência também da denúncia ao chefe do Executivo, Gleidson Azevedo (PSC), que, conforme legislação pertinente, deverá abrir procedimento administrativo disciplinar para a devida apuração dos fatos sobre a possível irregularidade funcional da diretora”. A reportagem, assinada por Flávia Brandão, da Comunicação do Sintram, pode ser lida na integra no link https://sintramdiv.org/sintram-protocola-denuncia-no-ministerio-publico-para-apurar-conduta-da-diretora-de-comunicacao-no-trato-com-servidores-municipais/

 

Missa

 

A comemoração dos 109 anos de emancipação política de Divinópolis teve programação para marcar a data. Na terça-feira, 1º, houve missa em ação de graças, celebrada na Catedral Diocesana. Presidida por dom José Carlos e concelebrada pelo padre Luís Carlos Amorim, a celebração contou com a presença da vice-prefeita, Janete Aparecida, de vereadores e servidores municipais. Logo após, na Praça Dom Cristiano, em frente à Catedral, houve o hasteamento das bandeiras.

 

Comentários
×