Clássico em Nova Serrana

Batendo Bola 

José Carlos de Oliveira 

jcqueroviver@hotmail.com.br 

 

O encontro dos maiores rivais do futebol mineiro – Cruzeiro e Atlético – vai acontecer na cidade de Nova Serrana, no estádio Senador Zezé Perrela, a Arena do Calçado. Anteriormente, a partida estava marcada para hoje, mas foi adiada pela Federação Mineira de Futebol para o dia 26 de agosto, um sábado, às 10h. 

Esquenta a briga pela sucessão de Gilvan 

Muito ajuda quem não quer atrapalhar. É assim em tudo na vida, e as pessoas deveriam tomar era um chá de “Simancol” e tratar de não jogar água nos sonhos dos outros.  

Mas nem sempre isto acontece. Neste mundo tem gente que está a fim de colocar é mais lenha na fogueira, simplesmente para ver o circo pegar fogo.  

Principalmente no futebol brasileiro, tem muito neguinho que torce é pelo quanto pior melhor, simplesmente para tirar algum proveito da situação. É assim agora, com a campanha para as futuras eleições do Cruzeiro, que acontecerão apenas em outubro. Tem ex-dirigente, candidato a candidato, que prefere ver o time despencando nas tabelas dos torneios, só para se dar bem nas eleições no clube. Calma gente, muita calma. 

A hora é de cair na real e unir forças por um bem maior, o próprio clube, e não para aproveitar de toda e qualquer derrota para se dar bem. A estes aproveitadores de plantão, fica o alerta da China Azul: abram bem os olhos, porque o verdadeiro torcedor sabe bem o que é melhor para o clube e não se deixará enganar por nenhuma conversa fiada. Não será nenhum vídeo apontado erros dos adversários que irá mudar a situação.  

Cria vergonha na cara, Perrella 

Escorraçado das eleições no Cruzeiro depois que seu nome foi envolvido no escândalo da Lava Jato, que vem fazendo uma verdadeira “operação limpeza” na política brasileira, o senador Zezé Perrella é uma destas pessoas que deveriam era ficar de bico calado, em vez de tentar tumultuar o ambiente no clube que diz amar e torcer. 

Apoiando um dos candidatos ao cargo de presidente do Cruzeiro, o senador gravou vídeo criticando a atual diretoria, desmerecendo tudo que foi feito pelo Dr. Gilvan. Pode até ser que o atual presidente tenha cometido erros (e realmente os cometeu), mas se Perrella quer o bem do clube deveria era apontar soluções, mostrar o caminho, e não jogar para baixo, diminuir o clube. Lugar de briguinha de torcedores é em mesa de boteco e estamos conversados.  

Se Perrella quer que seu candidato seja o presidente, comece por mostrar as qualidades do mesmo, e não desmerecer o adversário. Simples assim! 

Menos presidente, bem menos 

Mas não é somente o senador Zezé Perrella que tem que cair na real, não. Também o presidente Gilvan tem que tomar posição e parar de jogar com o amor da torcida, que é o próprio clube. 

Tudo bem que a situação atual não permita fazer loucuras e nenhum dirigente que se preze pode realmente fazê-las, mas daí a se achar o dono da verdade vai uma grande distância. Dr. Gilvan tem mais é que reconhecer onde errou e tratar de consertar as coisas enquanto ainda é ele o presidente. 

O clube, o time, não é nenhum horror. Dá até para o gasto. Basta que as pessoas se unam e trabalhem pela grandeza do clube e não atendendo a interesses pessoais, que os resultados vão aparecer. Verdade maior que esta não há. 

Fazendo o que é certo e dando à comissão técnica e grupo de jogadores tranquilidade para trabalhar, pode até ser que se salve a temporada e alguma conquista aconteça até o final do ano. Se ficar nesta briguinha de bastidores vão é tumultuar o ambiente. Isso não será bom para ninguém. 

O Cruzeiro é maior que qualquer homem. Dirigentes, jogadores vêm e vão, o clube é eterno. É com esta verdade que todo e qualquer dirigente, que realmente ame o que faz, deve trabalhar. O resto é conversa para boi dormir. 

Atlético anuncia Micale 

Depois de demitir o técnico Roger Machado na última quinta-feira, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno agiu rápido e ontem anunciou o nome de seu substituto. Trata-se de Rogério Micale, que até bem pouco tempo comandava o time de juniores do próprio Atlético. 

É uma aposta que pode ou não dar certo. De um lado há o fato de Micale conhecer, mais que qualquer outro, as bases e o ambiente na Cidade do Galo. Do outro, a inexperiência do novo comandante. Ser campeão olímpico com a seleção brasileira, no Rio de Janeiro, tem sim seu valor, mas não o bastante para assumir um clube da grandeza do Atlético. 

É uma aposta de Daniel Nepomuceno, nada mais que isto. A esperança para a Massa Alvinegra é que ele tenha dado um tiro certeiro, porque senão... a vaca vai é pro brejo de vez. 

Comentários