Cinema Falado destaca filme "Um Inverno para Lembrar"

1. Lançamentos da semana

UM INVERNO PARA LEMBRAR (EL COLOR DE UM INVIERNO). ARGENTINA. 2018. DIR: CECILIA VALENZUELA GIOIA. ELENCO: CECILIA VALENZUELA GIOIA, MERCEDES BURGOS, GONZALO ROMERO. ROMANCE. 64 MIN.

A Argentina mais uma vez comparece com um filme sensível e sincero onde a diretora Cecília Gioia abre o coração e parece falar de si própria, já que também interpreta Lúcia, uma garota de 21 anos que sofre intermitentemente de crises de ansiedade e pânico e que procura sua cidade natal, Salta, para descansar nas suas férias de inverno. Lá ela conhece Olívia (Burgos) e descobre que gosta mesmo é de mulheres, saindo assim do armário e expandindo seus horizontes ao descobrir que sua nova sexualidade é o remédio para que ela supere seus antigos traumas e possa viver de acordo com sua vontade. Narrado de forma simples mostrando o cotidiano de Lúcia com seus amigos e familiares e como ela vai ter de lidar com essa nova manifestação que partiu dela, o filme traz em sua mensagem um alento para tantas pessoas que até hoje sofrem com seus segredos e angústias, sem poderem se abrir para ninguém.

PAULO-APÓSTOLO DE CRISTO (PAUL, APOSTLE OF CHRIST). EUA. 2018. DIR: ANDREW HYATT. ELENCO: JIM CAVIEZEL, JAMES FAULKNER, OLIVIER MARTINEZ. DRAMA. 108 MIN.

Continuando a saga de filmes religiosos temos um bom exemplo de uma produção barata para os níveis de Hollywood, mas com uma história bem fundamentada. Acompanhamos a vida de Paulo (Faulkner), um apóstolo de Cristo e um dos grandes propagadores da fé, ele que antes foi um dos que perseguiu os cristãos em Jerusalém, participando até de apedrejamentos, mas que teve uma visão, a caminho de Damasco, de Jesus que veio lhe cobrar suas perseguições. Paulo ficou três dias cego e se converteu começando a pregar os evangelhos de Cristo, mas aqui no filme vamos encontrá-lo já preso em Roma, acusado de ter participado do incêndio da cidade. O grande protagonista é na verdade Lucas (Caviezel) que está em busca por conhecimento religioso, e ele vai ser o interlocutor de Paulo na cadeia, onde buscará as melhores palavras do apóstolo para fortalecer a fé dos cristãos perseguidos em Roma. Um filme feito para quem quer se aprofundar nos ensinamentos de Jesus. 

2. Documentário

*SÓ DEZ POR CENTO É MENTIRA-A DESBIOGRAFIA OFICIAL DE MANOEL BARROS. BRASIL. 2008. DIR: PEDRO CEZAR. ELENCO: MANOEL DE BARROS, ELISA LUCINDA, FAUSTO WOLFF. 81 MIN.

Ótima produção enfocando a obra do artista Manoel de Barros, um dos poetas mais simples e complexos ao mesmo tempo da nossa cultura. O diretor Pedro Cezar foi muito feliz nos aproximando da obra do poeta, que sempre foi arredio quanto ao seu trabalho, e nos fazendo conhecer essa figura apaixonante e criativa que se comunica com seu público de maneira sensível, utilizando de uma linguagem visual mesclada com a dramaturgia, além de usar recursos gráficos onde penetramos em seu universo. O documentário ganhou vários prêmios, como o de Melhor Longa-Metragem Documentário no Festival Paulínia de Cinema em 2009, ganhando também em Goiânia no mesmo ano e merece ser visto por todos os amantes da nossa rica literatura.

3. Música da semana

Enquanto escrevia essa coluna fui conhecer o último trabalho da artista canadense Madeleine Peyroux, um lindo álbum chamado “Anthem” onde ela faz um apaixonado libelo a favor da liberdade através de um poema escrito em 1942 pelo poeta francês Paul Éluard chamado “Liberté” durante a Segunda Guerra, quando a França estava invadida pelos alemães. Música da semana: Liberté.

Otávio Paiva
www.deltadvdvideo.com.br

Comentários
×