Cidade terá marca coletiva

 

Da Redação

Uma nova ideia promete consolidar ainda mais o setor de roupas em Divinópolis. A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e o Sindicato da Indústria do Vestuário de Divinópolis (Sinvesd) apresentaram uma proposta para o setor: a criação de uma marca coletiva da cidade e região.

Segundo a Sidvesd, a marca coletiva será fundamental para atrair clientes e tornar a cidade ainda mais competitiva.

— A construção da marca coletiva contribuirá para aumentar nos clientes a percepção de valor do vestuário da região de Divinópolis e, consequentemente, favorecer  a atração e retenção do público-alvo. Tais fatores podem ampliar a competitividade financeira e de mercado da região — informou a sindicato ao Agora.

Novidade

O projeto foi apresentado de forma oficial nesta terça-feira, 22, e agora abre as portas para a participação dos empresários. Ao todo, o processo de construção da marca deve demorar seis meses. Para tal, será necessário realizar o planejamento da marca e a construção da identidade visual da marca e outros detalhes envolvendo o “nascimento” de uma marca.

De acordo com o sindicato, agora começa um processo de estudo de mercado e de outros pontos fundamentais para o estabelecimento da marca.

— Serão feitas atividades de sensibilização dos empresários, pesquisas para identificar características comuns das empresas, perfil dos clientes e tendências de mercado; elaboração do regulamento da marca; planejamento estratégico da marca coletiva e criação da identidade visual da marca — destacou o Sinvesd em nota.

Objetivos

Divinópolis é conhecida como importante polo vestuário da região. A criação da uma marca coletiva tem como objetivo explorar ainda mais desse polo. Além de fortalecer o setor, a ação buscar impulsionar a indústria. Ou seja, a cidade não ser conhecida apenas por sua forte presença na venda de roupas, mas também na produção.

Ao Agora, o Sindicato destacou a necessidade de dar um passo a mais na área de vestuário em Divinópolis.

— Posicionar-se no mercado da moda como um polo de referência de indústria e não de comercialização — destacou.

Outro objetivo de criar uma marca coletiva é construir um produto com credibilidade perante os clientes.

— [Queremos] agregar valor aos produtos das indústrias do polo de Divinópolis, assim como garantir ao cliente a qualidade e o processo de produção do produto próprio das empresas do polo.

Assim, a ideia é aumentar a participação da cidade dentro da indústria da moda. Atraindo clientes não apenas pelas lojas, mas também pelo produto, com um marca de qualidade, com o selo da cidade.

Contato

Todas as empresas da cadeia produtiva de confecção de vestuário na cidade podem participar. Os interessados, empresários, estudantes de moda e fornecedores podem entrar em contato através (37) 3222-3548 ou pelo 9 8803-6084 para solicitar informações e se inscreverem. 



Comentários
×