Cidade dos vídeos

Preto no Branco 

E bota vídeos nisso! Concordo plenamente com a publicação do vereador Edsom Sousa (CDN), quando afirma que Divinópolis é a cidade dos vídeos. Em ano eleitoral então, a coisa por aqui não está brincadeira. Antes resumida basicamente a políticos (pré-candidatos), agora virou febre, aliás, chatice. Pelo que se observa, a multiplicação semelhante ao coronavírus inclui interessados em disputar um cargo nas próximas eleições. Muitos, especialmente nos grupos, negam, mas as ações dão na cara demais. Aguardemos.

É com elas

O último PB destacou nomes que devem concorrer as principal cadeira do Município e outros que já decidiram e até fizeram composição. Mas, com um detalhe: todos do sexo masculino. Hoje, é a vez de falar das mulheres empoderadas que também confirmam que vão entrar na briga pelo cargo. Uma delas, Laiz Soares. Divinopolitana da gema, adquiriu farta experiência política nos principais centros do país, como São Paulo e Brasília, esta última, onde tudo acontece. Além disso, atuou como assessora da deputada Tábata Amaral. De volta à Cidade do Divino, assumiu o Solidariedade que tinha em seu comando o vereador Print Jr. Bem articulada e com uma oratória de dá inveja, certamente dará trabalho.

Mais duas

Ainda bem. Laiz não está sozinha nesta empreitada. Se tudo continuar como está, ela terá como concorrentes, a empresária Iris Moreira e a médica Heloísa Cerri. As duas dispensam comentários. A primeira, além de uma empresária de sucesso, tem a política na veia. Entende, encara, bota para quebrar e, principalmente, conhece e ama Divinópolis. Quesitos que podem fazer a diferença. A segunda, profissional renomada e respeitada e o melhor: tem experiência. Foi vereadora e fez bonito em uma Legislatura que só tinha ela como mulher. O que não é novidade. Na atual também, tem apenas uma. Lamentável em uma cidade que tem a maioria dos eleitores do sexo feminino. Quando que as mulheres vão entender que valorizar outra para lhe representar é o melhor caminho? Ainda há tempo. Essas três mulheres e, certamente, muitas que disputarão uma cadeira no Legislativo saberão muito bem conduzir o destino de cada uma, e desta cidade. Só precisam de uma chance.

A definir 

Apesar de que o tempo tem passado muito rápido, as composições ainda são trabalhadas. Destas três candidatas, apenas íris Moreira parece caminhar para definir o seu vice. Como ainda não está fechado, prefiro não falar o nome agora, mas já adiantou se tratar de uma pessoa gabaritada, expert em economia e conhece cada pedaço de Divinópolis. Aponta com facilidade possíveis soluções para gargalos antigos e tem livre acesso ao Governo do Estado. Laiz e dra. Heloisa ainda analisam com cautela a formação das chapas. Porém, nada que seja empecilho para a disputa em um ano eleitoral atípico, mas que as urnas prometem.

Fato consumado?

Pelo menos é o entendimento da maioria quando se trata do adiamento das eleições em 2020, marcadas ainda para o dia 4 de outubro. O processo pode ocorrer em dezembro após as mesas diretoras da Câmara dos Deputados e do Senado Federal entenderem que esse é o caminho e pedirem a prorrogação. E se depender da pandemia do coronavírus cessar, esta parece mesmo ser a decisão. O acordo é para a nova data seja 06 de dezembro. Neste momento, é a decisão mais acertada, mas nada que atrapalhe o andamento das ações que seguem com convenções já no próximo mês. Além disso, um tempinho a mais para o clima quente que rodeia este período. Jogo que segue.

Comentários
×