Ciclista de Divinópolis participa de provas de longa distância

José Carlos de Oliveira

O ciclista divinopolitano Daniel Maia vem se especializando em provas de longa distância, que exigem muito esforço e concentração por parte dos atletas.

Este tipo de esporte requer que o ciclista trabalhe corpo e mente como um todo, cuidando de fazer o esforço na hora certa, mantendo a cabeça boa para dosar o desgaste, que vai se acentuando quilômetro a quilômetro.

Nessa modalidade de esporte, a prova segue noite adentro, com o atleta dispondo de poucas horas de descanso, entre um dia e outro de prova.

Daniel é o único atleta conhecido de Divinópolis com coragem para se aventurar neste tipo de prova, devido à dureza e dificuldade dos percursos.

Para participar das corridas, ele conta com a ajuda de parceiros. A preparação física é feita com Marcelo Daldegan, da Assessoria MD Running, que tem trazido ótimos resultados.

Além da preparação física, Daniel também faz treinos longos, como no caso da Sexta-Feira da Paixão, quando pedalou 780 km, em dois dias e meio, indo até a cidade de Cunha (SP) e voltando, passando pela Serra da Mantiqueira.

Prova em São Paulo

No final do mês de abril, Daniel Maia participou de uma prova de 1.300 km, no estado de São Paulo, a Randonneurs Mogi das Cruzes. A largada foi às 6h, do dia 27, em frente a Basílica de Aparecida. Para a prova, inscreveram-se 37 atletas, dos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal, além de três norte-americanos.

A prova foi marcada pela dificuldade do percurso. Os atletas tiveram de enfrentar várias serras, como a Serra de Cunha (SP), Serra de Ubatuba (SP), Serra de Campos de Jordão (SP), região serrana de Conservatória (RJ), além de outras serras menores.

Outra característica marcante da prova foram as variações de temperatura, com quase 4 graus à noite e cerca de 40 graus durante o dia. O atleta tinha 108 horas para concluir a prova, ou seja, 4 dias e 12h.

Entre todos os inscritos, o ciclista divinopolitano foi o 7º a concluir o percurso, com o tempo total de 96 horas, 12 horas abaixo do tempo limite.

Daniel recorda que no segundo dia virou a noite pedalando, para chegar a Pouso Alegre, no Sul de Minas.

Apoio

Para participar da prova, o ciclista contou com apoio de alguns amigos, também ciclistas, como Edson Santos, da Automolas São Cristóvão; Henrique Pardini, da Monsther Informática; além do deputado estadual Fabiano Tolentino (PPS). A manutenção da bicicleta fica por conta da Meireles Bike.

No momento, o atleta se prepara para outra prova com distância parecida, no estado de Goiás, e que deve ocorrer nos próximos meses.

Comentários
×