Chuva não deve dar trégua nos próximos dez dias

Divinópolis recebeu mais um alerta laranja do Inmet; rio Itapecerica continua com grande volume

Bruno Bueno

O período chuvoso que atinge Divinópolis desde o início do feriado prolongado de Réveillon deve continuar por mais um bom tempo. De acordo com informações do site Climatempo, o município tem previsão de chuva fraca, moderada e forte para os próximos dez dias. A expectativa é que o tempo seco só volte no próximo dia 15, antes, a previsão era até dia 10.

Durante o dia de ontem, Divinópolis registrou 25 milímetros. Mesmo com períodos de sol, a quarta-feira foi marcada por pancadas de chuva. A temperatura variou entre 16° e 27°. Já a umidade relativa do ar ficou entre 72% e 97%. Para hoje, a previsão é que o sol apareça com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva – que deve atingir 30 milímetros – a qualquer hora também são esperados. A temperatura varia entre 17° e 26° e  a umidade relativa do ar fica entre 69% e 100%.

 

Fim de semana

O fim de semana também reserva bastante chuva. Somente na próxima sexta são esperados mais de 80 milímetros. O período chuvoso deve permanecer durante o dia e à noite. A temperatura varia entre 17° e 24°. A umidade relativa do ar deve ficar entre 77% e 99%. 

A situação não melhora no sábado, que também deve registrar altos índices de chuva. Os dados meteorológicos apontam que 70 milímetros podem atingir o município. A temperatura fica entre 16° e 23°. A umidade relativa do ar varia entre 79% e 100%.

Encerrando o fim de semana, o domingo também será marcado pela chuva. O sol deve aparecer, mas acompanhado de bastante nuvens e períodos de nublado. Aproximadamente 41 milímetros de chuva devem atingir a cidade. A umidade varia de 76% a 100% e a temperatura fica entre 15° e 26°.

 

Alerta laranja

Com a grande quantidade de chuva prevista para o município, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou, na manhã de ontem, um aviso de alerta laranja para Divinópolis. O comunicado, que ainda está em vigor, avisa sobre a possibilidade de chuva de 20 milímetros a 100 milímetros por dia, com ventos intensos que podem variar de 60 a 100 km/h. Conforme o Instituto,  há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. Foi mais um da série de alertas enviados pelo Instituto ao município.

O Inmet, em nota, disponibilizou dicas para moradores dos municípios que se enquadram em alerta laranja.

— Em caso de rajadas de vento não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas. Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193) — afirmou.

 

Rio Itapecerica

Um dos principais motivos de preocupação das autoridades, o rio Itapecerica permanece em alta com as fortes chuvas. Segundo informações da Defesa Civil, o nível estava, às 17h de ontem, cerca de 67 centímetros acima do normal. Mesmo com os dados elevados, a marcação é 6 centímetros menor do que os registros da última terça-feira.

No entanto, a chuva que atinge Divinópolis não é a única que promove consequências no rio. A grande quantidade de água que cai em Itapecerica, local da nascente, também preocupa as autoridades locais. Segundo informações da Prefeitura, o setor de Defesa Civil da cidade informou que, na última terça, a água que estava represada na cidade baixou. 

O coordenador da Defesa Civil, Jonas Mileib, informou, em nota divulgada pela Prefeitura, que as chuvas dos últimos dias ainda não provocaram grandes impactos na cidade.

— Estamos recebendo informações sobre deslizamento de terra, em algumas poucas residências e algumas vias públicas, mas são pedidos pontuais e sem graves danos — informou.

 

Afluentes

A incidência de chuvas prevista para a cidade de Itapecerica nos próximos dias pode interferir nos afluentes do rio. Um deles é o Córrego Flecha Catalão, que percorre boa parte da cidade e costuma acumular grande quantidade de água. Em março de 2020, uma forte chuva atingiu Divinópolis e Itapecerica e provocou uma grande enxurrada no trecho do bairro Santa Luzia.

Na oportunidade, a  Secretaria Municipal de Operações e Serviços Urbanos (Semsur), em conjunto com a Defesa Civil de Divinópolis, executou obras de estabilização próximo à rua Itambé, via que passa ao lado do córrego, onde uma erosão foi registrada. Um sistema de pneus foi utilizado para resolver o problema.

— Uma contenção “rip-rap” com pneus será executada no local para evitar o progresso da erosão e dar mais segurança aos cidadãos. O rip-rap é uma técnica alternativa para estabilização de declínios e contenção de encostas, utilizando seu próprio peso. É muito utilizada pelo baixo custo e eficácia. São utilizados pneus de caminhão e madeira de eucalipto — disse a Prefeitura em nota divulgada à época.

 

Comentários
×