Chega ao fim a passagem meteórica de Fabiano Tolentino por Brasília

Maria Tereza Oliveira

Durou pouco a estadia de Fabiano Tolentino (CDN) em Brasília. Após seis meses como deputado federal, ele vai ter de deixar o posto, já que o titular do cargo, Bilac Pinto (DEM) informou ontem que pediu exoneração do cargo de secretário de Governo do Estado e retornará à função para a qual foi eleito. Com isso, Divinópolis perde metade de sua bancada na Câmara Federal. Ao Agora, Tolentino disse que fez o melhor que pôde durante sua passagem na Capital Federal.

A mudança pode impactar na disputa à Prefeitura no pleito deste ano, já que o próprio ex-deputado já havia sinalizado a possibilidade de entrar na corrida eleitoral.

Passagem

Fabiano Tolentino é nascido em Belo Horizonte, porém, mudou-se para a Cidade do Divino aos três anos, onde se enraizou. Após mandatos como vereador e deputado estadual, disputou as eleições para concorrer à vaga de deputado federal. Ele obteve 67.008 votos, porém, por falta de legenda, não se elegeu. No entanto, Tolentino conseguiu a vaga em 29 de agosto como suplente, após Bilac Pinto aceitar o cargo no Governo Zema (Novo).

À reportagem, Fabiano Tolentino destacou seu empenho na Câmara dos Deputados e os recursos alcançados.

— Nestes seis meses fiz o melhor que pude. Estou levando mais de R$ 6,5 milhões para Divinópolis — salientou.

Apesar disso, destacou que, se tivesse ganhado mais votos em 2018 – e não fosse suplente –, não haveria este “problema”.

Volta de Bilac

O titular da cadeira em Brasília, Bilac Pinto divulgou uma nota informando sua saída à frente do Governo de Minas e o retorno como deputado. No texto, agradeceu ao chefe do Executivo Estadual e aos deputados, mas atribuiu sua saída do posto ao imbróglio envolvendo a recomposição salarial da segurança pública.

— Mesmo entendendo as razões do veto parcial do governador [Romeu Zema (Novo)] à sua proposta de recomposição salarial das forças de segurança que ajudei a negociar, isso me tirou as condições de, diante do atual cenário político, continuar a conduzir as negociações com o parlamento estadual — justificou.

O retorno ao cargo na Câmara Federal foi mencionado por Bilac.

— Desejo ao governador e toda a sua dedicada equipe muito sucesso no desafio de recolocar Minas Gerais de volta nos trilhos do desenvolvimento e da prestação de serviços públicos de qualidade que sua população exige e merece.  Estarei – como sempre estive – à disposição do Governo de Minas e do povo mineiro na Câmara dos Deputados — prometeu.

Com a volta de Bilac Pinto ao cargo, Divinópolis ficou representada com apenas um deputado federal – Domingos Sávio (PSDB).

Comentários
×