Centro-Oeste ganha mais uma unidade dos Bombeiros

 

Gisele Souto

A Região Centro-Oeste ganha nesta terça-feira, 3, mais uma unidade do Corpo de Bombeiros. A implantação será em Bom Despacho, a 80 quilômetros de Divinópolis, que, a exemplo de Itaúna e Nova Serrana, ficará subordinada ao 10º Batalhão de Divinópolis. A unidade beneficiará dez municípios próximos.

Esta e outras unidades inauguradas nos últimos anos constam do Plano de Comando 2015/2026 do Governo de Minas, que prioriza e executa a expansão da instituição nos 17 territórios de desenvolvimento.

De acordo com informações do comando do Corpo de Bombeiros Militar (CBMMG), o Posto Avançado de Bom Despacho é a unidade de número 70 e terá um efetivo de 18 militares, que vão trabalhar com a proteção da vida, do patrimônio e do meio ambiente, combate a incêndios, salvamentos, atendimento pré-hospitalar (APH), vistoria, entre outras atividades.

O posto avançado em Bom Despacho fica na avenida Martinho Campos, sem número. O local possui uma área de 300 metros quadrados, sendo 100 metros quadrados de edificação. Na estrutura, funcionava a Polícia Rodoviária Estadual. O município tem 49.650 habitantes, segundo estimativa do IBGE/2017.

Com a instalação, serão beneficiados os municípios de Abaeté, Dores do Indaiá, Japaraíba, Lagoa da Prata, Luz, Martinho Campos, Moema, Pompéu, Quartel Geral e Santo Antônio do Monte. Numa situação de emergência em que houver necessidade de reforço, o Posto Avançado de Bom Despacho poderá contar com o apoio do 10º Batalhão de Bombeiros de Divinópolis.

Meta

O objetivo do Plano de Comando é levar cobertura a todos os municípios com mais de 30 mil habitantes até 2026, o que significa passar de 72 para 120 unidades. Em alguns casos, municípios com mais de 15 mil habitantes também poderão receber postos dos Bombeiros.

Para todas as unidades, o Estado formaliza parceria com as prefeituras que ajudam na cessão de instalações, entre outras necessidades, como custeio e manutenção de viaturas. Segundo o subchefe da Seção de Instrução e Operações do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, capitão Marcos Anderson Viana Soares, a elevação de uma unidade ou a criação se dá após estudo técnico minucioso. Alguns critérios são observados, como população, participação do município no PIB, número de veículos emplacados, grau de urbanização, número de edificações comerciais e industriais, distância entre o município e a fração de Bombeiros mais próxima, entre outros.

 

Comentários
×