Centro lidera mortes por covid-19

Segundo na lista, São José tem metade dos óbitos em comparação com a área central

Da Redação

Agora os moradores de Divinópolis podem acessar um painel de dados com todas as mortes por covid-19 na cidade desde o início da pandemia, em março de 2020. O sistema foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Vigilância em Saúde. Até o momento, foram registrados 625 óbitos pela doença. O Centro lidera a lista com o maior número de mortes, com quase o dobro de pessoas que perderam a vida em comparação com o bairro São José, por exemplo. Já quando se confronta com o bairro Santo Antônio, a área central tem sete vezes mais mortes em consequência da doença.

O relatório diário da Secretaria Municipal de Saúde de quarta-feira, 22, revela que o Centro da cidade teve 70 mortes das 625 registradas na cidade. Já o segundo da lista é o bairro São José, com 35, acompanhado do Esplanada (24), Bom Pastor (23) e Niterói (22).  Danilo Passos e Porto Velho aparecem na sequência, com 19 cada um, e o Afonso Pena, com 18. 

Números da Semusa apontam queda na quantidade de pessoas que perderam a vida pela doença. Abril foi o mês com maior volume de mortes, com 123, acompanhado de junho (92). Nos últimos dois meses, o número de óbitos pela doença caiu. Em agosto, foram 34, e, em julho, 43.

Das 625 mortes, 87% das vítimas tinham comorbidades.

A diretora de Vigilância em Saúde, Érika Camargos, ressalta a importância da ferramenta.

— É um mecanismo que desenvolvemos e que leva transparência ao cidadão, de uma maneira fácil e interativa de observar o número de óbitos por bairro, idade, gênero, em tempo real — afirmou. 

O painel interativo pode ser acessado por meio do link: https://bit.ly/3u5jze8.

Hospitais

Ontem, a taxa de ocupação de UTI era de 35,71%, com 30 pessoas internadas entre os 84 leitos da cidade disponíveis para tratamento de covid-19. No setor de enfermaria, a taxa é de 43,61%, com 58 leitos ocupados entre os 133 totais do município. 

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto está com 26,67% dos leitos ocupados no CTI, com oito dos 30 leitos ocupados. Na enfermaria, a ocupação é de 78,13%, com 25 de 32 leitos.

A área atendida pelo SUS no Complexo de Saúde São João de Deus opera com 66,67% de sua capacidade, com oito leitos ocupados entre os 12 no CTI adulto. Na enfermaria, 15 dos 30 leitos estão ocupados, representando 50%.

Na rede particular, o Hospital São Judas Tadeu tem um leito ocupado entre os seis instalados na unidade, com 16,67%. O Hospital Santa Mônica conta com dois leitos ocupados entre os cinco disponíveis no CTI adulto, o que equivale a 40%.

Já a área suplementar do Complexo São João de Deus conta com 50% de hospitalizados no CTI adulto, com cinco leitos ocupados entre os 10 totais. O Hospital Santa Lúcia opera com 40% dos leitos vagos no CTI adulto, com quatro leitos ocupados entre os 10 existentes.

Comentários
×