Centro de Triagem conta com equipe de 112 pessoas para acolhimento

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis, por meio do Comitê Gestor da Política Municipal Sobre Drogas, desde o dia 8 julho implementou o Centro de Triagem, localizado no Ginásio Poliesportivo José Constantino Sobrinho. Para atender às pessoas em situação de rua, 112 colaboradores – entre eles voluntários, monitores noturnos, diurnos e servidores da Prefeitura – são constantemente treinados para a abordagem e acolhida, informou a Administração.

Até o momento, já foram amparadas 40 pessoas em situação de rua. No momento que aceitam a assistência oferecida, são direcionadas ao Centro de Triagem, onde têm direito ao banho, roupas limpas e kit de assistência social, além de dormir no local. No outro dia, são atendidas por uma equipe médica, que faz uma avaliação e exames de coronavírus e doenças sexualmente transmissíveis. Em seguida, são encaminhadas para comunidades terapêuticas.

As equipes de abordagem noturna já cadastraram mais 150 pessoas, que não necessariamente aceitaram a ajuda. Destas, 50 foram encaminhados pelas equipes de abordagem noturna para comunidades terapêuticas e rede socioassistencial. Os voluntários são cadastrados no Centro Espírita Jesus de Nazaré, parceiro do projeto.

Para contribuir com o projeto, com doações de alimentos, roupas, produtos de higiene pessoal, ou para ser um voluntário, entre em contato com o Centro Espírita Jesus de Nazaré por meio do (37) 3214- 8985, ou do Sindicato dos Contabilistas de Divinópolis, (37) 3221-1834.

Comitê Gestor

O projeto do Centro de Triagem nasceu no Comitê Gestor da Política Municipal Sobre Drogas, que conta com várias secretarias da Administração Municipal. São elas: Saúde, Governo, Assistência Social e de Esporte e Juventude. Também faz parte do comitê o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) e sociedade civil, com instituições e voluntários.

Comentários
×