Centro de Atenção em Divinópolis atenderá crianças e adolescentes com transtornos mentais e dependentes químicos

Da Redação 

A Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio do Comitê Gestor da Política, vai implantar o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Caps) I. O objetivo é atender crianças e adolescentes, de 0 a 18 anos, que possuem transtornos mentais e também dependência química.

O novo serviço funcionará na rua Afrânio Peixoto, antigo Cemei Isaura Ferreira, no bairro São José. No local serão oferecidas oficinas terapêuticas, grupos internos e também trabalho com a comunidade. As atividades serão realizadas por enfermeiros, psicólogos, médicos psiquiatras, assistentes sociais e psicopedagogos.

De acordo com o secretário de Saúde, Amarildo Sousa, o local está passando por algumas reformas e será inaugurado em breve.

— Estamos preparando o local para melhor atender nosso público alvo. Nós sabemos da importância e da real necessidade de um espaço como este para o nosso município, acredito que em breve já seja possível inaugurar o local e começar a executar os serviços que são tão importantes para Divinópolis — ressaltou. 

A diretora sobre Drogas e Direitos Humanos e presidente do Conselho Municipal de Drogas, Luciana Capanema, comentou que essa implantação é uma grande conquista para Divinópolis. “Nós não possuíamos na cidade um serviço que atendesse a essa demanda para esse público em específico, era somente para adultos. Quando era necessário tratamento para essas crianças e adolescentes, nós tínhamos que encaminhar para o Centro Psíquico da Infância e Adolescência (Cepai), em Belo Horizonte. Então com certeza é uma grande realização para nós, o nosso município contar com um novo espaço de tratamento especializado”, concluiu.

 

Comentários
×