Cemitérios em Divinópolis terão cadastro para visitas no Dia de Finados

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis montou uma programação especial para a celebração do Dia de Finados nos cemitérios do município neste ano. O objetivo é manter a tradição de se homenagear os mortos, mas respeitando também todos os protocolos de saúde pública em relação à covid-19. Para ter acesso aos cemitérios na data, será necessário cadastro no Serviço Municipal do Luto. Serão autorizados 100 visitantes por hora, das 7h às 17h.

Para se cadastrar, o visitante deve procurar o Serviço do Luto, à rua São Paulo, 12, entre os dias 26 e 29 de outubro, das 7h às 11h e de 13h às 17h. É obrigatória a apresentação do registro de propriedade do túmulo para se efetivar o cadastro. Serão liberadas cinco visitas por túmulo. Pessoas com idade acima de 60 anos têm preferência no agendamento dos horários da manhã.

— Para ter acesso aos cemitérios, o visitante terá que usar máscara e manter o distanciamento social das demais pessoas. Agentes de saúde darão apoio aos servidores do Luto, com aferimento de temperatura e aplicação de álcool em gel. Haverá também a ação de fiscais de posturas para coibir a venda de flores, velas ou qualquer outro tipo de produto nas imediações. Isso porque o decreto em vigor que trata desse tipo de comércio proíbe a liberação de qualquer tipo de alvará para ambulantes durante o período de pandemia — informou a Prefeitura.

Para quem não se enquadra nos protocolos estabelecidos, os cemitérios ficarão abertos no sábado, 31, e domingo, 1º, das 8h às 17h, sem a necessidade de cadastramento. Bastará ao visitante observar apenas as regras relacionadas ao coronavírus, como o uso obrigatório de máscaras, entre outras. Há também, por parte da Prefeitura, a recomendação de que os cuidados com segurança sejam redobrados, uma vez que, tradicionalmente, as pessoas acendem velas nessa data e, neste ano, isso pode ser perigoso por causa do manuseio de álcool em gel.

Divinópolis tem 11 cemitérios, entre urbanos e rurais. Mais informações podem ser obtidas diretamente no Serviço Municipal do Luto ou pelo telefone (37) 3222-7808.

Cemitério Central

No Cemitério da Paz, localizado no Centro, todos os protocolos de visita serão mantidos. Porém a área interditada pela Defesa Civil em decorrência da queda de parte da estrutura, na divisa com o imóvel ao lado, não será liberada para visitação. Segundo a Procuradoria-Geral do Município, que acompanha o desenrolar jurídico da situação, as intervenções necessárias ao resgate dos restos mortais que estão depositados no imóvel vizinho ao Cemitério da Paz dependem de complexa engenharia de contenção, não só do próprio terreno da divisa como também das laterais do terreno da obra particular, principalmente em sua lateral direita, na qual existe um cômodo comercial que precisa ter a sua base reforçada.

O trabalho de retirada dos restos mortais provenientes dos túmulos que ruíram precisa ser feito com segurança para os profissionais especializados que ali atuarão. Para se fazer os taludes na divisa entre o cemitério e o imóvel particular será necessário o uso de maquinário pesado.

— O terreno do cemitério, por si só, é muito inconsistente e vem sendo perfurado há décadas. Portanto, o reforço estrutural é fundamental para que não ocorram novos desmoronamentos, tanto no cemitério quanto na mencionada lateral do terreno particular, passível de ocasionar danos graves ao prédio comercial ali existente. As providências pretendidas precisarão respeitar as técnicas de engenharia de solo e as especificidades do local, tudo com prudência e segurança — finalizou a Prefeitura.

Comentários
×