CDL promove entrega de selo 'Comércio Seguro'

Da Redação 

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Divinópolis) iniciou a entrega do selo Comércio Seguro. De acordo com a organização, a ação tem o objetivo de orientar comerciantes sobre a adoção e manutenção das medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus.

A CDL explica que o momento é de constante adaptação, sendo o comércio um dos segmentos mais afetados pelo isolamento social, impactando no faturamento das empresas devido ao período de fechamento.

Adotar os protocolos de cuidados e realizar periodicamente as adequações necessárias é um compromisso do comércio com toda população, para que a Covid-19 seja controlada na cidade, permitindo assim a manutenção das lojas em funcionamento, mesmo que de forma reduzida.

Cuidar da saúde e conter a propagação da COVID-19 é responsabilidade de todos, comércio, indústria, prestadores de serviço, poder público e cidadãos.  

Como receber o selo

A CDL elaborou  cartilha com medidas de prevenção baseadas nas normas sanitárias da Organização Mundial da Saúde e nos Decretos Municipais. A cartilha, que está disponível no site da entidade, foi enviada a todos os associados e pode ser acessada por qualquer pessoa. O documento contém as normas de prevenção para todos os segmentos do comércio, prestadores de serviço e população em geral.

Para receber o selo é preciso que a loja esteja adequada com as medidas sanitárias exigidas. Os consultores da CDL, durante as visitas, verificam se o estabelecimento está de acordo normas, orientam os comerciantes e colaboradores quanto as adequações, caso necessário, para receber o selo da campanha.

De acordo com o presidente da CDL Divinópolis, Luiz Angelo, a intenção é valorizar os lojistas e prestadores de serviços que estão seguindo corretamente as medidas de prevenção ao novo coronavírus.

— Queremos mostrar que o comércio valoriza a vida através do cumprimento dos protocolos de segurança e prevenção à COVID-19. Queremos também, estimular o consumidor a priorizar os estabelecimentos que tenham o selo Comércio Seguro — esclarece.

Nesta quinta-feira, as lojas que se enquadram nas regras exigidas, começaram a receber o selo.

Para o empresário Ednaldo José de Oliveira, dono de uma rede de lojas de utilidades doméstica, o cuidado deve ser constante, tanto com o cliente, quanto com os colaboradores.

— Estamos em constante vigia. É preciso cuidar da saúde de todos para que possamos manter o comércio aberto e garantir o emprego e a renda de nossos colaboradores. Estamos atentos com todas as medidas sanitárias e vigilantes dentro e fora da loja. Oriento diariamente meus colaboradores e estou atento a condição de saúde deles. É nosso dever oferecer um ambiente seguro para todos — ressaltou.

Além da cartilha e o selo, a CDL disponibilizou peça gráficas para silanização da loja.

Comentários
×