Casos de febre amarela deixam Centro-Oeste em alerta

Ana Laura Corrêa

 Divinópolis e toda a região Centro-Oeste não ficaram de fora do alerta sobre febre amarela emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Os municípios devem se atentar para a vacinação da população e também para a investigação de casos em macacos

O aviso da SES se torna ainda mais importante depois de ter sido confirmada ontem a morte de um homem de 39 anos em Carmo da Mata por conta da doença. O laudo foi confirmado pela Secretaria Municipal de saúde do Município, a cerca de 54 quilômetros de Divinópolis. Ele morava na cidade, mas tinha um sitio, onde visitava com certa frequência.

 Casos 

Entre dezembro de 2016 e junho de 2017, período corresponde à epidemia da doença, foram registrados 435 casos de febre amarela em Minas Gerais. Destes, 299 foram curados e 136 levaram as vítimas à morte.

Desde julho de 2017 até o dia 5 de janeiro, foi confirmado, em Minas Gerais, um caso humano de febre amarela silvestre em área rural no município de Brumadinho. Na região de Divinópolis, está sendo investigada nos primatas a epizootia, ou seja, quando uma doença ocorre entre os animais de forma semelhante à epidemia nos seres humanos.

 Vacinação

 O aviso emitido pela SES reforça a necessidade da vacinação contra a doença. De acordo com a Secretaria, esta é a medida mais importante para a prevenção e controle da febre amarela. A meta a ser atingida, nas regionais de saúde, é de 95% da população.

 Registros de 22 dezembro do ano passado apontam, no entanto,  que na região de Divinópolis a cobertura vacinal acumulada era de apenas 84,96%. De acordo com estimativas, 179.786 pessoas ainda não foram imunizadas.

As vacinas contra febre amarela são disponibilizadas gratuitamente em todas as unidades de saúde pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Quem tem entre 9 e 59 anos precisa se vacinar contra a doença. Gestantes e idosos, por sua vez, devem ser avaliados por um profissional de saúde.

 Municípios 

Além de Divinópolis, outros 13 municípios também receberam o alerta sobre febre amarela da SES. Belo Horizonte, Barbacena, São João Del-Rei, Alfenas, Varginha, Pouso Alegre, Passos, Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Uberaba, Uberlândia e Ituiuitaba são as cidades que integram a lista.

 

 

 

Comentários
×