Carmo do Cajuru: PC cumpre mandado de busca e apreensão por 'fake news' eleitoral

Crime foi cometido contra vereador da cidade

Da Redação

Um mandado de busca e apreensão foi cumprido na manhã desta quarta-feira, 14, na residência de um suspeito da prática de disseminação de fake news, em Cajuru. Na casa do homem de 60 anos, a Polícia Civil (PC) apreendeu um aparelho celular e um pendrive.

As investigações tiveram início em agosto deste ano, quando a PCMG recebeu notícia-crime de que o investigado teria editado e depois divulgado, em redes sociais, um vídeo com imagem da vítima e trecho de áudio de uma reunião da Câmara Municipal sustentando que um político local teria os direitos políticos cassados e se tornaria inelegível neste pleito.

Ao analisar o vídeo, os policiais constataram que diversas partes dos áudios da reunião foram manipuladas. De acordo com o delegado Weslley Castro, responsável pelo inquérito policial, a Câmara Municipal informou à PC, por meio de ofício, a inexistência de processo de impeachment em detrimento da vítima, bem como manifestou ser atribuição do Tribunal Regional Eleitoral a cassação de direitos políticos e determinação de inelegibilidade. Ainda segundo o delegado, ao final do inquérito, os investigados poderão responder pelo crime de denunciação caluniosa, com pena prevista de dois a oito anos de prisão.

 

Comentários
×