Capacitação gratuita para mulheres será realizada em Divinópolis

Da Redação

Finanças, networking, negociação, comunicação e liderança, marca pessoal, ferramentas digitais e violência contra a mulher serão os temas abordados na capacitação “Ela Pode”, que será realizada  no dia 31 de agosto, das 13h às 20h, no Cecon, na rua  Pernambuco, 1900, Centro, em Divinópolis. 

O programa, que abrange o país inteiro, é realizado pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora, com apoio do Google, e tem o objetivo capacitar 135 mil mulheres brasileiras até 2020. Em Divinópolis, o Sintram está apoiando a iniciativa e promovendo as inscrições das participantes.

Segundo Kelly Viviane Silva, que é servidora pública de Divinópolis e a única  multiplicadora do Programa “Ela Pode” na cidade, esta será a segunda capacitação  que visa trabalhar o empoderamento feminino, de modo a apoiar as mulheres a conquistarem as mesmas oportunidades e a mesma valorização dos homens no mundo do trabalho e empreendedorismo.

— Em Divinópolis já fizemos um encontro e agora vamos fazer o segundo. O Programa “Ela pode” é de mulher para mulher, só mulheres participam. O programa visa ao empoderamento feminino, econômico, psicológico, social. A mulher precisa de um companheiro? Precisa, mas ela não precisa ser dependente dele, então ensinamos os caminhos de ter um parceiro e não um provedor. Essa é a linha do “Ela pode” — explicou.

A multiplicadora diz que, além dos vários temas previstos para  discussão, no encontro serão apresentadas várias ferramentas gratuitas disponíveis pelo Google.

— O mais interessante no programa é que o Google tem muitas ferramentas gratuitas, que são desconhecidas. Por exemplo, o Google oferece sites gratuitos, então a gente ensina todo esse caminho de montar o site, de como vender na internet, ou seja, ensina essas ferramentas gratuitas para a mulher expandir e crescer o seu negócio —  disse.

Retorno

Kelly Viviane destaca  que o programa transforma vidas e constrói importantes redes de relacionamento inclusive após a capacitação, já que a interação é mantida após o treinamento, via grupos de WhatsApp.

— Esta semana fiquei muito feliz porque uma participante, que fez a primeira capacitação, estava precisando de emprego e outra postou que tinha duas vagas de emprego, então uma coisa já casou com a outra. Teve também o depoimento de uma que trabalha com festa e  a outra  que vende sapato, e que encontram e fecharam negócio. Então estamos tendo frutos, acompanhando essa evolução — disse.

Compartilhamento

Também nos encontros há espaço  para compartilhamento de vivências, orientação e apoio.

— Há momentos que a gente escuta depoimentos de mulheres vítimas de violência doméstica, que contam a sua história e todo mundo abraça e acalenta, por isso, não são permitidos homens, nem como palestrante — disse.

Servidoras

Kelly Viviane, que é servidora pública da Prefeitura de Divinópolis há 22 anos, afirma que gostaria de promover uma capacitação específica para servidoras públicas e  destacou que na Prefeitura há inúmeras mulheres talentosas  e  espera a adesão de muitas colegas. 

— Nós precisamos muito das servidoras, das esposas dos servidores, será um momento único.  Tem muita gente talentosa na Prefeitura,  então é uma grande oportunidade  de networking entre as próprias servidoras, de troca de experiências, serviços. Hoje, estamos passando por uma crise difícil e quando você faz essa troca, essa permuta, é uma maneira de você crescer e ajudar o outro a crescer também — destacou.

A presidente do Sintram, Luciana Santos, ressaltou a importância do projeto e o apoio do sindicato.

— Sem dúvida é um projeto  incrível e o Sintram é parceiro porque entende que iniciativas como essa é que colaboram para alcançarmos uma sociedade mais igualitária e justa. Esperamos que muitas mulheres possam estar presentes para se capacitarem e terem a oportunidade de crescerem e colaborarem umas com as outras — destacou a presidente.

Inscrições

As interessadas deverão entrar em contato com o Sintram pelo telefone (37) 3216-8484 para realizar a inscrição. A ministrante Kelly orienta que todas as participantes levam garrafinhas de água, pois não serão oferecidos copos plásticos, colaborando assim  com a preservação do meio ambiente.

Comentários
×