Caminhoneiros confirmam início da greve às 6h do dia 16

 

Da Redação 

Pelo Whatsapp, um grupo de caminhoneiros autônomos confirma uma paralisação nacional a partir das 6h do dia 16 de dezembro, próxima segunda-feira, que deve atingir cerca de 70% da categoria.

Insatisfeitos com o governo de Jair Bolsonaro (PSL) prometem parar o país a partir da segunda-feira. A afirmação foi feita nesta sexta-feira, 5, por Marconi França, líder dos caminhoneiros autônomos. Ele afirmou que “pelo menos 70%” dos cerca de 4,5 milhões de profissionais autônomos e celetistas vão parar em todo o país.

O motivo é a insatisfação da categoria com o governo federal, que, segundo França, não cumpriu o que prometeu aos trabalhadores.

O líder do movimento disse ainda que a duração do protesto não foi definida, ou seja, não se sabe se será prolongado por mais dias.

O movimento nacional dos caminhoneiros tem o apoio do presidente da CUT/RJ, Sandro Alex de Oliveira Cezar. O líder sindical destaca que ainda existe um racha na categoria dos caminhoneiros.

(Com informações do Fórum)

2018

A última paralisação da categoria foi em 2018, quando o governo ainda de Michel Temer (MDB) anunciou um decreto aumentando a alíquota do PIS e Cofins sobre os combustíveis. A tributação sobre a gasolina subiu R$ 0,41 por litro; a do diesel, R$ 0,21; e a do etanol, R$ 0,20 por litro. Houve protestos em todo o país e chegou a faltar mercadorias. Em Divinópolis não foi diferente. Nem combustível chegava aos postos. Faltaram ainda remédios, verduras e grãos, como arroz e feijão.

Em Divinópolis e região, houve manifestação na MG-050, 381 próximo a Oliveira, na 262 e pelo menos mais três pontos de estradas. O temor agora é que a situação de 2017 se repita.

 

Comentários
×