Caminhão com oxigênio é escoltado até o HSJD

Da Redação

O Hospital São João de Deus (HSJD) acionou a Polícia Militar para garantir a chegada de um caminhão de oxigênio. Devido à greve, o veículo estava bloqueado na transportadora em Betim desde segunda-feira, 21. Conseguiu chegar apenas na tarde desta sexta-feira, 25, ao hospital para o reabastecimento do tanque de oxigênio.

Na quinta-feira, 24, a greve fez com que o hospital entrasse em estado de alerta.

— Preocupados quanto ao atendimento de toda a população que depende de seus serviços e principalmente ao ressuprimento de gases medicinais, especialmente oxigênio, a instituição elaborou um plano de contingência garantindo a atendimento principalmente aos pacientes já internados e aqueles de urgência e emergência — diz nota do hospital.

Após contato feito pelo Hospital São João de Deus, a Polícia Militar fez a liberação e a escolta de um caminhão que transportava oxigênio. De acordo com o secretário executivo da Comissão Interventora, Geraldo Lucas Lamounier, a ação conjunta da instituição com a PM foi essencial para que o hospital não ficasse sem o gás medicinal.

— Sem o apoio da Polícia Militar, não conseguiríamos o reabastecimento do oxigênio na instituição, que tinha sua capacidade de atendimento apenas até o próximo domingo, dia 27 de maio. Corríamos o risco iminente da falta deste gás medicinal para os nossos pacientes — afirma.

Com o reabastecimento do tanque, o hospital tem agora oxigênio suficiente para atender a toda a sua demanda até a próxima sexta-feira, dia 1º.

— Até lá a instituição continua em estado de alerta acompanhando todos os seus serviços e estoques, com a finalidade de amenizar os impactos causados pelo movimento grevista. O Hospital São João de Deus agradece o apoio de todos os envolvidos e em especial à Polícia Militar que mobilizou sua guarnição para esta ação — finaliza a nota.

Comentários
×