Caminhada Todos contra Pedofilia reúne oito mil pessoas

 

Ana Laura Corrêa 

A caminhada Todos Contra a Pedofilia, realizada pelo Ministério Público, Polícia Civil e Movimento Todos Contra a Pedofilia, ocorreu na manhã de sexta-feira, 18, no centro de Divinópolis. A mobilização, de acordo com o promotor da Vara da Infância e Juventude, Carlos José Fortes, contou com a presença de aproximadamente oito mil pessoas.  

A concentração da caminhada foi feita na praça da Catedral, onde houve apresentação da banda da Polícia Militar. A saída da manifestação ocorreu às 8h e seguiu seu trajeto pela avenida 1º de Junho e rua Rio de Janeiro, até a praça do Santuário. 

No local, alunos da escola Monsenhor Domingos apresentaram uma música, feita por eles, relacionada ao tema da caminhada. Também na praça, a escola Padre Matias instalou um painel com redações sobre o assunto, produzidas pelos estudantes da instituição. 

Além de diversas escolas da cidade, a caminhada contou com a participação do Lions, Maçonaria, Rotary, CDL, Polícia Federal, Prefeitura de Divinópolis, vereadores do município e Corpo de Bombeiros.  

 — Tivemos todo o suporte necessário para manter a segurança de quem estava transitando a pé e também de quem estava de carro, passando pelas vias em que estávamos caminhando. Foi tudo seguro, tranquilo e a manifestação já começou a dar resultado, com o aparecimento de algumas denúncias — afirmou a coordenadora de eventos do movimento Todos Contra a Pedofilia, Fabiana Amorim. 

10 anos 

A caminhada, em todos os anos, ocorre em 18 de maio. A data foi escolhida devido a um crime acontecido nesse dia em 1973. O caso, registrado na cidade de Vitória, no Espírito Santo, teve como vítima Araceli Cabrera Sánchez Crespo, de 8 anos, que foi estuprada e morta. A partir de 2000, a data foi instituída como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data conta com atos em todo o país. 

 

 

Comentários