Câmara tem que investigar 1

Os vereadores fizeram de conta que ignoravam as notícias e comentários sobre o troca-troca entre vários deles e o prefeito Galileu Machado (MDB). Para relembrar, o esquema funciona assim: vereadores indicam amigos para cargos comissionados na Prefeitura e, em troca do atendimento, defendem os interesses do prefeito na Câmara. O maior prejuízo para a cidade, antes do financeiro, é que, desse modo, os vereadores abdicam do seu dever de fiscalizar os atos do Executivo. Agora, no entanto, a Câmara terá que cortar na própria carne e investigar a denúncia feita por um servidor chamado Bruno, registrada na ata da reunião extraordinária do Conselho Administrativo e Fiscal da Diviprev, que ocorreu em 13 de novembro. Nesta denúncia, Bruno deixa claro que os culpados pela calamidade financeira da Prefeitura, em parte, são os vereadores, que incham a Administração de amigos. Para agravar a situação e pressionar a Casa, o vereador Sargento Elton (Patriota) leu e mostrou foto da tal ata. Diante desse quadro, ou a Câmara cumpre seu doloroso papel de descobrir quais vereadores “estão na gaiola do Prefeito” ou o Ministério Público será acionado para fazê-lo. De uma ou outra forma, os cidadãos vão poder conhecer como se movem, na verdade, o Executivo e o Legislativo na nossa cidade. 

Câmara tem que investigar 2 

Outra denúncia a averiguar é a do ambientalista Jairo Gomes, proferida na Tribuna da Casa, de que há oito situações de aterros irregulares, acima da cota básica de cheia, sem que haja qualquer preocupação com a população ribeirinha, vítima direta do impacto, no caso de vir uma enchente no rio Itapecerica.

Se a Câmara não cumprir seu dever de apurar, o Ministério Público certamente será provocado para alguma medida. A “batata quente” está nas mãos do presidente da Comissão do Meio Ambiente, vereador Renato Ferreira (PSDB). Aguardemos! 

Lula: 17 

Se os desembargadores do STF-4 não fossem reconhecidamente sérios e sóbrios, eu até iria pensar em uma pitada de humor ao decidirem, por unanimidade, manter a condenação de Lula (PT) e agravar a pena para 17 anos, um mês e 10 dias. É que 17 foi número com o qual Bolsonaro (sem partido) foi eleito presidente do Brasil, sem esquecer que 1.7.1, em linguagem popular, é igual a “enganador”, “desonesto”. Nas redes sociais mitou o banner: “Lula agora é 17”! 

Vai dar pano para manga 

A indicação de Sérgio Nascimento de Camargo para presidente da Fundação Palmares vai ser alvo de muito debate e protestos dentro do movimento negro e fora dele. Sérgio preserva pautas polêmicas, como:

- Defende a extinção do "Dia da Consciência Negra. “O Dia da Consciência Negra é uma vergonha e precisa ser combatido incansavelmente até que perca a pouca relevância que tem e desapareça do calendário.”

- “Sou negro de direita, contrário ao vitimismo e ao politicamente correto.”

- No Brasil há “racismo nutella”. Racismo real existe nos EUA.

- É "falso herói dos negros" Zumbi dos Palmares, líder quilombola que dá nome à fundação que ele acaba de assumir.

- Sobre o racismo, disse: "negrada daqui reclama porque é imbecil e desinformada pela esquerda”. 

TransOeste promove solenidade de encerramento do evento Bom Passeio 

Em 26 de novembro, solenidade no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Municipal de Cultura (Semec) encerrou o projeto "Bom Passeio" 2019, em que as crianças do 5º ano de todas as escolas municipais neste ano tiveram a oportunidade de conhecer a Biblioteca Municipal Ataliba Lago, Museu histórico de Divinópolis, Teatro Gravatá, Escola de Música Maestro Ivan Silva, o Mercado Central, a Réplica da Igreja Nossa Senhora do Rosário, a sede do Consórcio TransOeste e a Maria Fumaça. A estimativa para 2020 é continuar com o projeto, inovando e buscando a apreciação feita pelos alunos, professores e todos os envolvidos. A TransOeste acredita que investir na educação é investir em um futuro melhor para a sociedade.

 

Comentários
×