Câmara recebe ameaça e suspeito é identificado

Segundo presidente da Casa, polícia foi prontamente acionada para garantir segurança dos servidores

Matheus Augusto

Servidores do legislativo ficaram “assustados”, nas palavras do próprio presidente da Casa, Eduardo Print Jr (PSDB), na tarde desta terça-feira, 23. Conforme relatou Print, a Câmara foi alvo de ameaças.

— A Câmara recebeu, através da Ouvidoria, uma simulação de ameaça de que poderia ser atacada por algumas pessoas — explicou.

Imediatamente acionada, a Polícia Civil (PC) colocou uma viatura de vigilância na porta do poder público. O órgão também conseguiu identificar o responsável pela tentativa de intimidação.

— [Eles foram] até a casa da pessoa que fez a ameaça. Na verdade, se trata de uma pessoa especial, que passa por um momento difícil da vida. Ela mesma reconheceu o erro e, por estar com distúrbios mentais, não tem condição nenhuma de responder pelos atos — informou.

O tema foi inicialmente abordado na reunião ordinária pelo líder do governo, Edson Sousa (CDN), que parabenizou o presidente pela atitude.

— Não se pode confundir liberdade com agressão. (...) A fala tem limite — destacou.



Comentários
×