Câmara gastou R$ 16 mil com homenagens em 2018

Da Redação

A Câmara de Divinópolis gastou, em 2018, R$ 16.706,00 com homenagens. O valor inclui placa, medalhas, molduras, suporte e produção dos eventos. Ao todo, foram feitas 16 homenagens no ano passado. Seguindo o caminho contrário do Governo do Estado, o Poder Legislativo já elaborou o calendário de homenagens deste ano, e o número de condecorações continua o mesmo.

O processo licitatório CM- 022/2019, modalidade pregão presencial CM-002/2019, com elaboração de ata de registro de preços – tipo menor preço unitário – para eventual aquisição de molduras em alumínio, foi aberto na segunda-feira, 18. De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara, ainda não se sabe quanto será gasto com as homenagens em 2019, visto que o processo é para “eventual aquisição”.

Homenagens

As homenagens na Câmara começam no dia 7 de março com o prêmio “Mulher Cidadã”, em 2 de abril será a vez dos “Profissional da Saúde”; já no dia 23 de abril o prêmio será “Profissional da Segurança Pública”; em 7 de maio, “Servidor Destaque”. As condecorações continuam no dia 31 de maio com a “Medalha Candidés”; em 11 de junho é a vez do “Esportista Destaque”, e no dia 25 de junho, “Cidadão Honorário”. Seguindo o calendário elaborado, logo após o recesso dos vereadores, em 6 de agosto o Poder Legislativo homenageará o “Chofer do Ano”; já no dia 27 de agosto será “Líder Comunitário”.

As homenagens prosseguem e em 10 de setembro será dado o prêmio para o “Produtor Rural”; no dia 24 de setembro é o “Mérito Empresarial”, e em 25 de setembro o “Dia Municipal do Idoso”. As últimas premiações do ano começam no dia 15 de outubro com o “Educador do Ano”; em seguida, em 29 de outubro, tem o “Estudante Destaque”; no dia 11 de novembro é a vez do “Destaque Cultural” e o prêmio “Consciência Negra”, realizado em 19 de novembro, fecha as homenagens.

Cada vereador indica um homenageado em todas as premiações. Ao todo são entregues 17 molduras ou medalhas, em cada homenagem realizada pelo Poder Legislativo.

Governo do Estado

Na contramão de Divinópolis, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) anunciou na última sexta-feira, 15, que vai propor à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) extinguir medalhas de honraria que são entregues pelo estado para homenagear personalidades de diversas áreas, todos os anos. Atualmente, o Executivo Estadual tem 11 categorias de medalhas.

Segundo Zema, a medida tem como objetivo diminuir os gastos do Estado. Ainda de acordo com o governador, em 2018 foram gastos mais de R$ 3,3 milhões para bancar eventos de entrega de homenagens. Zema adiantou tem a intenção de manter apenas a entrega da Medalha da Inconfidência, a mais alta comenda concedida pelo governo, que acontece todo 21 de abril, em Ouro Preto, na região Central de Minas. 

— Vamos reconhecer quem merece, economizando o dinheiro que os mineiros pagam em impostos – afirmou o governador Romeu Zema (Novo).

 

Comentários
×