Câmara decreto luto oficial de três dias pela morte de Júnia Máximo, ex-assessora parlamentar

Júnia teve importante papel na estruturação do movimento comunitário em Divinópolis", destacou, em nota, a Câmara.

Da Redação

A Câmara Municipal de Divinópolis decretou, nesta terça-feira, 22, luto oficial de três dias em razão da morte de Júnia Máximo, ex-assessora parlamentar, por complicações da covid-19.

Confira, na íntegra, a nota:

O presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, vereador Eduardo Print Jr. (PSDB), em nome dos vereadores e dos servidores, manifesta, mais uma vez, em virtude do devastador impacto do novo Coronavírus que estendeu seu manto de dor em mais uma família divinopolitana, o profundo pesar pelo falecimento da ex-assessora parlamentar, Júnia Máximo, que trabalhou, na legislatura passada, no gabinete do então vereador Renato Ferreira (PSDB).

A ex-assessora era grande liderança participativa no segmento feminino da política em Divinópolis e filiada ao PSDB integrando o Diretório Municipal.

Júnia Máximo teve importante papel na estruturação do movimento comunitário em Divinópolis participando ativamente da defesa dos moradores dos bairros, dentre eles, com destaque, na busca por melhorias e benefícios para o bairro Icaraí.

Ela também ocupou a presidência da Federação das Associações de Moradores, Bairros e Conselhos Comunitários Regionais de Divinópolis Fambaccord, do Conselho Municipal de Segurança e ex-servidora da Empresa Municipal de Obras Públicas e Serviços - EMOP.

Na Câmara Municipal de Divinópolis foi grande parceira dos colegas, sendo sua marca registrada a alegria pelos corredores da Casa, cantarolando sempre que passava. 

Em homenagem à Júnia Máximo, foi estabelecido luto de três dias no Poder Legislativo Municipal e bandeiras a meio-mastro.

Comentários
×